SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue5Effect of different weekly amount of general physical training on flexibility in middle-aged womenCaffeine and anaerobic performance author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano

On-line version ISSN 1980-0037

Abstract

AFONSO, José; GARGANTA, Júlio  and  MESQUITA, Isabel. A tomada de decisão no desporto: o papel da atenção, da antecipação e da memória. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum. [online]. 2012, vol.14, n.5, pp. 592-601. ISSN 1980-0037.  http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2012v14n5p592.

A perícia é uma importante meta a alcançar na busca de elevadas performances. No caso dos jogos desportivos, a perícia está profundamente associada à capacidade de tomar decisões. Neste contexto, a decisão assume contornos de elevada complexidade, derivada dum conjunto alargado de indicadores e de interações a atender às múltiplas e não-lineares relações entre ação e efeito e à pressão temporal envolvente. Neste artigo, investigaram-se três componentes nucleares subjacentes à tomada de decisões: a atenção, a antecipação e a memória. Percorreram-se as suas características em contextos de alta complexidade e de forte imponderabilidade. Os objetivos do presente artigo consistiram em: (i) aprofundar e contextualizar os conceitos de atenção, antecipação e memória no âmbito da tomada de decisão nos jogos desportivos; e (ii) analisar se os efeitos destas componentes dependerão de constrangimentos situacionais. Da revisão de literatura efetuada, salienta-se que, nos jogos desportivos, a atenção deverá ser essencialmente guiada por objetivos, seletiva, de foco externo e banda larga. A antecipação, potenciadora de elevadas performances desportivas, justifica-se no caso de não aumentar exageradamente a taxa de erros cometidos e é sensível a estratégias de contra-comunicação dos oponentes, pelo que determinados contextos convidam à adoção de estratégias de espera, nomeadamente quando o risco assumido pela antecipação se traduz numa redução da eficácia. A memória, informando quer a atenção, quer a antecipação, origina e suporta o pensamento intuitivo e alicerça o pensamento estratégico. Os conhecimentos obtidos permitem uma melhor perceção calibrada das variáveis especificadoras, potenciando os contributos da investigação científica para a prática.

Keywords : Antecipação; Atenção; Memória; Tomada de decisão.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese