SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 suppl.1Effectiveness of a school-based intervention regarding screen time in high school studentsEffect of intervention on total and central obesity in students: The Saúde na Boa project author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano

On-line version ISSN 1980-0037

Abstract

COSTA, Filipe Ferreira da et al. Efetividade de uma intervenção de base escolar sobre as práticas alimentares em estudantes do ensino médio. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum. [online]. 2014, vol.16, suppl.1, pp.36-45. ISSN 1980-0037.  http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2014v16s1p36.

Intervenções durante a adolescência são importantes para modificar a exposição a condutas alimentares de risco que contribuem para o desenvolvimento precoce da obesidade e de outras doenças crônicas não transmissíveis, como o excessivo consumo de alimentos de alta densidade energética e baixa quantidade de micronutrientes. O objetivo desse estudo foi avaliar a efetividade de uma intervenção de base escolar nas práticas alimentares de estudantes do ensino médio noturno. Intervenção randomizada e controlada, realizada em 2006, em duas capitais brasileiras (Florianópolis e Recife). A intervenção envolveu estratégias múltiplas para melhorar a alimentação e promover a atividade física. A frequência de consumo semanal de frutas, hortaliças, laticínios, salgadinhos, doces e refrigerantes, a frequência de consumo diário de frutas e hortaliças e os estágios de mudança de comportamento para consumo de frutas e hortaliças foram investigados mediante aplicação de questionários. Foram incluídos 2155 estudantes (idade média ± DP = 18,4 anos ± 2,4) na linha de base, dos quais 989 completaram o estudo. Após a intervenção houve maior frequência de consumo de verduras (p=0,008) e menor frequência de consumo de doces (p=0,032) e refrigerantes (p=0,003) no grupo intervenção, comparado ao controle. A mudança nos estágios de comportamento foi também favorável ao grupo intervenção (p=0,016). As análises de regressão mostraram efeitos positivos no atendimento às recomendações de consumo de verduras (RO = 1,54 IC95% 1,19-1,97) e mudanças favoráveis na diminuição do consumo de doces (RO = 1,21 IC95% 1,02-1,43) no grupo intervenção, comparado ao controle. Foram verificados efeitos positivos nas práticas alimentares dos estudantes como resultado do Projeto Saúde na Boa.

Keywords : Comportamento Alimentar; Adolescente; Estudos de Intervenção; Saúde Escolar.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )