SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número3Efeito do número de séries nas respostas cardiovasculares agudas durante exercício de alongamentoA influência do controle subjetivo de intensidade sobre fadiga percebida e lactato capilar em duas formas de treinamento resistido índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano

versão impressa ISSN 1415-8426versão On-line ISSN 1980-0037

Resumo

ARANDA, Liliane Cunha et al. Comparação da resposta da percepção subjetiva do esforço e da carga total levantada nos exercícios resistidos em plataforma estável e instável. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum. [online]. 2015, vol.17, n.3, pp.300-308. ISSN 1980-0037.  https://doi.org/10.5007/1980-0037.2015v17n3p300.

Objetivou-se comparar a percepção subjetiva do esforço (PSE) e a carga total levantada nos exercícios resistidos em plataformas estáveis (PE) e plataformas instáveis (PI). Participaram do estudo 20 homens (24,6 ± 3,4 anos, 179 ± 0,1 cm, 80,6 ± 9,1 Kg e 11,8 ± 3,4 % de gordura). Cada voluntário realizou um teste de 15 repetições máximas nos exercícios meio agachamento (solo e discos de equilíbrio), remada curvada pronada (solo e bosu) e rosca bíceps (solo e discos de equilíbrio) em ambas as condições. Foram medidas a PSE através da escala de OMNI-RES e o valor da carga levantada (kg). Para verificar a normalidade dos dados, utilizou-se o teste Shapiro-Wilk. As possíveis diferenças relacionadas às cargas e à PSE nas plataformas foram realizadas pelo teste t pareado. Adotou-se um nível de significância de p<0,05. Não foram encontradas diferenças significativas entre os valores da PSE em PE e PI respectivamente, no meio agachamento (8,2 e 8,5 / p=0,8), remada curvada pronada (8,4 e 8,4 / p=0,7) e rosca bíceps (8,6 e 8,7 / p=1,0). Foram encontrados maiores valores de carga em PE e PI respectivamente, nos exercícios de meio agachamento (83,9kg e 70,3kg / p<0,001) e remada curvada pronada (53,2kg e 48,6kg / p=0,01) na PE. Em contrapartida, para a rosca bíceps não ocorreu o mesmo (48,2kg e 47,4kg / p=0,5). É possível concluir que as PI não promovem diferenças nas respostas da PSE mesmo sendo trabalhadas com uma menor carga ou com uma carga semelhante.

Palavras-chave : Esforço percebido; Instabilidade; Força de resistência.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )