SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue1Cumulative sitting time as discriminator of overweight, obesity, abdominal obesity and lipid disorders in nursing universityHigh sedentary behavior and compromised physical capabilities in adult smokers despite the suitable level of physical activity in daily life author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano

Print version ISSN 1415-8426On-line version ISSN 1980-0037

Abstract

HARDMAN, Carla Menêses; WANDERLEY JUNIOR, Rildo de Souza; OLIVEIRA, Elusa Santina Antunes de  and  BARROS, Mauro Virgílio Gomes de. Relação entre atividade física e IMC com o nível de desempenho motor coordenado de crianças em idade escolar. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum. [online]. 2017, vol.19, n.1, pp.50-61. ISSN 1415-8426.  http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2017v19n1p50.

Achados de estudos internacionais evidenciam que a coordenação motora está inversamente relacionada à adiposidade e positivamente associada com outros desfechos em saúde. No entanto, observa-se poucos estudos nacionais abordando esta temática e os resultados são divergentes. O objetivo deste estudo foi analisar a relação entre a atividade física e o índice de massa corporal (IMC) com o nível de desempenho motor coordenado de crianças em idade escolar. Trata-se de um estudo transversal conduzido com crianças de 5 a 7 anos de idade. O nível de desempenho motor coordenado foi obtido a partir dos dados normativos dos quocientes motores do KTK. O IMC foi calculado a partir dos dados de massa corporal e estatura. O escore do nível de atividade física foi obtido por meio de um questionário, administrado face a face com os pais das crianças. Para análise dos dados foram empregados os testes de correlação de Spearman, de Pearson e a regressão linear múltipla. A amostra foi constituída por 665 crianças, com média de idade de 6,29 anos ±0,75, dos quais 52,6% eram do sexo masculino. Verificou-se que o escore do quociente motor total (QMT) foi diretamente relacionado ao escore da atividade física (0,096; p= 0,013) e inversamente relacionado ao IMC (-0,284; p<0,001). A relação entre o IMC e o QMT foi moderada pela renda familiar. O IMC foi inversamente relacionado ao nível de desempenho motor coordenado e o escore da atividade física foi diretamente relacionado à coordenação motora em crianças com maior renda familiar.

Keywords : Atividade motora; Criança; Destreza motora; Índice de massa corporal.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )