SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número2PRODUTIVIDADE E CUSTOS DO PROCESSADOR TRABALHANDO EM POVOAMENTOS DE Eucalyptus grandis Hill ex MaidenENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE DIFERENTES DIÂMETROS EM Platanus acerifolia (Aiton) Willdenow índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Resumo

PEZZUTTI, Raul Vicente; SCHUMACHER, Mauro Valdir  e  HOPPE, Juarez Martins. CRESCIMENTO DE MUDAS DE Eucalyptus globulus EM RESPOSTA À FERTILIZAÇÃO NPK. Ciênc. Florest. [online]. 1999, vol.9, n.2, pp.117-125. ISSN 1980-5098.  https://doi.org/10.5902/19805098389.

O presente trabalho teve como objetivo avaliar o crescimento de mudas de Eucalyptus globulus subsp. maidenii em resposta a diferentes doses de NPK, originadas da combinação de fertilizantes de liberação rápida e lenta. O estudo foi realizado em casa de vegetação climatizada, localizada no Centro Tecnológico de Silvicultura, pertencente ao Departamento de Ciências Floretais da Universidade Federal de Santa Maria-RS, no perído de setembro a dezembro de 1997. As plantas foram cultivadas em substrato à base de uma composto orgânico de casca de Pinus spp.. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, constando de 4 tratamentos, constituídos de doses de fósforo (superfostato simples (0-18-0)) e de um fertilizante de liberação lenta N-P-K (1414-14) denominado Osmocote, sendo derivado de nitrato de amônio, fosfato de amônio, fosfato de cálcio e sulfato de potássio. Os tratamentos, resultantes da combinação de 60% de superfostato simples e 40% de osmocote foram 0,0; 2,5; 5,0 e 7,5 Kg m-3 de substrato. Para cada tratamento foram usadas 4 repetições, sendo cada uma composta de 11 plantas. Ao final de 100 dias, foram avaliados a altura, o diâmetro do colo, a massa seca da parte aérea, a massa seca do sistema radicular e o número de folhas. Pelos resultados obtidos verificou-se que o crescimento das plantas de Eucalyptus globulus subsp. maidenii, respondeu positivamente à fertilização NPK [60% Super Simples (0-18-0) + 40% fertilizante de liberação lenta (14-14-14)]. Quando não foi aplicado fertilizante as mudas apresentaram um menor crescimento enquanto que os máximos crescimentos em altura, diâmetro do colo, massa seca da parte aérea, massa seca radicular e número de folhas foram obtidos no intervalo de doses de 6,7 a 7,5 Kg m-3 de substrato.

Palavras-chave : Eucalyptus maidenii; fertilização; mudas; composto de casca de pinus.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )