SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue2NUTRIENT DEPOSITION BY LITTER IN AGROFORESTRY SYSTEMS IN PARATY (RJ)STUDY OF MACROMOLECULAR CONSTITUENTS, VOLATILE EXTRACTIVES AND PHENOLICS FROM CANDEIA WOOD - Moquinia polymorpha (LESS.) DC. author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Florestal

Print version ISSN 0103-9954On-line version ISSN 1980-5098

Abstract

RACHWAL, Marcos Fernando Gluck; DEDECEK, Renato Antonio; CURCIO, Gustavo Ribas  and  SIMON, Augusto A.. MANEJO DOS RESÍDUOS DA COLHEITA DE ACÁCIA-NEGRA ( Acacia mearnsii DE WILD) E A SUSTENTABILIDADE DO SÍTIO. Ciênc. Florest. [online]. 2007, vol.17, n.2, pp.137-144. ISSN 0103-9954.  https://doi.org/10.5902/198050981945.

A acácia-negra se adapta a inúmeras condições ambientais por ser uma espécie pioneira de crescimento rápido. Este trabalho foi realizado em povoamentos comerciais puros de acácia-negra de propriedade da TANAGRO S.A., no município de Piratini, RS, em cinco classes de solos, com plantas de mesma procedência, constituindo cada qual um tratamento. Em cada solo, foram avaliados o crescimento em DAP, altura e produção de biomassa aérea. Os solos foram caracterizados química, física e morfologicamente em seus horizontes superficiais. Nas plantas, foram determinado o estado nutricional dos diferentes compartimentos, o teor de tanino na casca e o teor de lignina e extrativos totais no tronco. O Neossolo Litólico eutrófico produziu o maior volume de troncos comerciais, enquanto o Neossolo Litólico álico foi o menos produtivo, mostrando a grande importância da fertilidade do solo na produtividade da acácia negra, sobretudo, o teor de P e as saturações por bases e por alumínio trocável. Se os resíduos não forem queimados, a quantidade de macronutrientes devolvida ao solo (por galhos, flor, folhas e vagens) é maior que a quantidade de macronutrientes exportada, com a retirada apenas do tronco comercial e casca, nos solos menos produtivos, confirmando que se trata de espécie recuperadora de solo. Nos solos com maior volume de troncos comerciais produzidos, a quantidade de cálcio e magnésio exportada foi maior do que a devolvida ao solo pelos resíduos da colheita. A concentração de tanino na casca da acácia-negra foi maior em condições adversas de solo, mas a maior produção de casca em solos melhores compensa esse fato.

Keywords : Biomassa aérea; exportação de nutrientes; características químicas do solo; classes de solo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )