SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número3SUPERAÇÃO DE DORMÊNCIA EM SEMENTES DE Parkia gigantocarpa (FABACEAE - MIMOSIDAE)PADRÃO ESPACIAL DE QUATRO FORMAÇÕES FLORESTAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO, ATRAVÉS DA FUNÇÃO K DE RIPLEY índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Resumo

GUEDES, Isabel Carolina de Lima et al. TÉCNICAS GEOESTATÍSTICAS E INTERPOLADORES ESPACIAIS NA ESTRATIFICAÇÃO DE POVOAMENTOS DE Eucalyptus sp. Ciênc. Florest. [online]. 2012, vol.22, n.3, pp.541-550. ISSN 1980-5098.  https://doi.org/10.5902/198050986621.

Os objetivos deste estudo foram verificar a possibilidade do uso da estrutura de dependência espacial para a definição de estratos em povoamentos florestais e comparar, com base no erro de amostragem, a Amostragem Casual Simples (ACS) e a Amostragem Casual Estratificada (ACE), sendo a estratificação realizada por meio dos interpoladores espaciais Inverso do Quadrado da Distância (IQD) e Krigagem. Os dados utilizados foram provenientes de inventários convencionais realizados nos anos de 2006 e 2007, em projetos localizados nos municípios de Curvelo, João Pinheiro e Montes Claros, Minas Gerais. Os resultados mostraram que, dos 50 projetos, 64 % apresentaram grau de dependência espacial de médio a forte, evidenciando que o uso de métodos geoestatísticos possibilita redução no erro sem aumento de custo no inventário. A estratificação com base no interpolador IQD utilizada nos projetos que apresentaram fraco grau de dependência espacial (DE) contribuiu para uma redução em média de 68,4 % no erro de amostragem. A utilização do interpolador geoestatístico nos projetos que apresentaram de média a forte DE, contribuiu para uma redução média de 47,0 % e 65,7 % no erro de amostragem, respectivamente. Mesmo nos projetos onde a estrutura de dependência espacial se manifestou, a estratificação com base no interpolador IQD gera melhoria das estimativas da ACE em relação à ACS.

Palavras-chave : inventário florestal; dependência espacial; técnicas de amostragem.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )