SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número3ALTERAÇÕES NA ARQUITETURA TÍPICA DE Tipuana tipu (Benth.) O. Kuntze NA ARBORIZAÇÃO DE RUAS DE CURITIBA, PARANÁFATORES DO MEIO FÍSICO ASSOCIADOS AO ESTABELECIMENTO DE ESPÉCIES RÚSTICAS EM ECOSSISTEMAS PERTURBADOS NA MATA ATLÂNTICA, PIRAÍ, RJ - BRASIL índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Resumo

DORNELES, Marieta Caixeta; RANAL, Marli A.  e  SANTANA, Denise Garcia de. GERMINAÇÃO DE SEMENTES E EMERGÊNCIA DE PLÂNTULAS DE Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan var. cebil (Griseb.) Altschut, FABACEAE, ESTABELECIDA EM FRAGMENTOS FLORESTAIS DO CERRADO, MG. Ciênc. Florest. [online]. 2013, vol.23, n.3, pp.291-304. ISSN 0103-9954.  https://doi.org/10.5902/1980509810541.

A estratégia de germinação dos diásporos é fundamental para a sobrevivência das espécies, sendo um dos fatores que permitem a sua manutenção e regeneração no ambiente. A germinação das sementes e a emergência das plântulas de Anadenanthera colubrina foram estudadas para analisar a eficiência reprodutiva da espécie, oriunda de fragmentos de vegetação do bioma Cerrado. Os frutos foram coletados no Vale do Rio Araguari, MG. O teor de água a 105ºC, a germinação em condições controladas de laboratório e a emergência das plântulas em estufa semiaberta, coberta com sombrite, foram analisados. As sementes apresentaram baixo teor de água, entre 6,7 e 10,7%. A germinabilidade e a porcentagem de emergência foram altas para quase todos os indivíduos estudados, estando entre 68 (indivíduo 2) e 85 - 94% (para os demais indivíduos); 38 (indivíduo 2) e 78 - 91% (para os demais), respectivamente. A velocidade dos processos foi alta, com o término da germinação dentro de 12,8 dias e emergência em 18,8 dias. Os processos foram heterogêneos, com valores do coeficiente de variação do tempo acima de 28,5%; assíncrono, sendo registrados valores acima de 1,5 bits para a incerteza e abaixo de 0,3812 para a sincronia. As sementes desta espécie se mostraram eficientes em ambos os processos e a heterogeneidade e assincronia podem ser indicativos dos efeitos das oscilações ambientais durante a formação das sementes, além da variabilidade genética, intrínseca de cada indivíduo da população. A rapidez e o alto potencial de germinação das sementes desta espécie também podem viabilizar programas de revegetação, com a produção de grande quantidade de plantas jovens em curto tempo.

Palavras-chave : angico-branco; espécie florestal; medidas de emergência; medidas de germinação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )