SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue3BREAKDOWN OF Eucalyptus grandis LOGS WITH CHAINSAW, PART 1 - OPERATIONAL PERFORMANCE ANALYSISTHE EFFECT OF PLANTING SEASON AND HYDROGEL ON SURVIVAL AND INITIAL GROWTH OF PHYSIC NUT author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Florestal

Print version ISSN 0103-9954On-line version ISSN 1980-5098

Abstract

FUSATTO, André Luiz Marretto; CASTRO, Paulo Roberto de Camargo e; CATO, Stella Consorte  and  BRITO, José Otávio. PASTAS ESTIMULANTES EM SISTEMAS DE RESINAGEM DE Pinus elliottii var. elliottii. Ciênc. Florest. [online]. 2013, vol.23, n.3, pp.483-488. ISSN 0103-9954.  https://doi.org/10.5902/1980509810559.

A utilização de pastas estimulantes tem por finalidade aumentar a taxa de fluxo de resina e o seu tempo de duração. No Horto Florestal de Itatinga - SP, 159 árvores de Pinus elliottii var. elliottii foram submetidas a tratamentos com 5 pastas estimulantes, Pasta Vermelha Alchem, Pasta com Ethephon Planebrás, Pasta Preta Resinas Brasil, Pasta Vermelha Eldorado e Pasta Teste (Paraquat + Ethephon) sendo comparadas ao Controle (Pasta Preta Planebrás). Foram realizadas explotações quinzenais e coletas trimestrais (do resultado de 5 estrias), determinando-se o peso de resina das árvores durante 2,5 anos. A aplicação de pastas estimulantes com ethephon não mostrou vantagem sobre aplicação de pastas sem ethephon. As pastas estimulantes aplicadas diferiram nas pesagens realizadas. Nos tratamentos efetuados, a porcentagem de breu variou de 71,33% a 76,56% e a terebintina entre 10,37% a 13,78%. O teor de alfa-pineno variou de 37,70% a 53,31%, sendo que o de beta-pineno de 34,34% a 50,41%.

Keywords : Pinus; estimulação; resina.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )