SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue2BIOMASS AND ACCUMULATION OF NUTRIENTS IN Ilex paraguariensis A. St. Hil.HEALTH AND PHYSIOLOGICAL QUALITY OF AROEIRA-PRETA (Lithraea molleoides) SEEDS EXPOSED TO METHODS OF OVERCOMING DORMANCY author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Florestal

Print version ISSN 0103-9954On-line version ISSN 1980-5098

Abstract

FIGUEIREDO, Fábio Afonso Mazzei Moura de Assis et al. CONDUTIVIDADE HIDRÁULICA DE RAIZ E CAPACIDADE FOTOSSINTÉTICA DE MUDAS CLONAIS DE EUCALIPTO COM INDUÇÃO DE DEFORMAÇÕES RADICULARES. Ciênc. Florest. [online]. 2014, vol.24, n.2, pp.277-287. ISSN 0103-9954.  https://doi.org/10.5902/1980509814566.

A redução do ganho em biomassa de lenho em árvores tem sido atribuída à ocorrência de deformações radiculares ainda na fase de viveiro. O objetivo deste trabalho foi avaliar a condutividade hidráulica do sistema radicular, trocas gasosas e a eficiência fotoquímica de mudas clonais de eucalipto com e sem indução de deformações radiculares. Os tratamentos foram: 1 - mudas sem a indução de deformações radiculares (produzidas de acordo com metodologia operacional do viveiro da Fibria Celulose S.A.) e 2 - mudas com indução de deformações radiculares. A indução da deformação radicular não resultou em queda no volume radicular. Contudo, deformações radiculares provocaram redução na condutividade hidráulica do sistema radicular, assim como foram verificadas quedas na taxa fotossintética das mudas ao longo do dia. A queda da taxa fotossintética em mudas com indução de deformações radiculares está associada a fatores estomáticos e não estomáticos.

Keywords : Eucalyptus spp; condutividade hidráulica; sistema radicular; trocas gasosas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )