SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número4AVALIAÇÃO NUMÉRICA DO MÓDULO DE ELASTICIDADE EM VIGAS ROLIÇAS DE MADEIRA DA ESPÉCIE Pinus elliottiiANÁLISE DE SENSIBILIDADE, POR MEIO DE REDE NEURAL ARTIFICIAL, DAS VARIÁVEIS QUE INFLUENCIAM O ENCANOAMENTO DIAGONAL EM UMA MÁQUINA DE PAPEL-CARTÃO índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Resumo

SANTOS, Rafael dos et al. POLPAÇÃO KRAFT E KRAFT/AQ DA MADEIRA PRÉ-HIDROLISADA DE HÍBRIDO DE Eucalyptus urophylla x grandis. Ciênc. Florest. [online]. 2016, vol.26, n.4, pp.1281-1290. ISSN 1980-5098.  http://dx.doi.org/10.5902/1980509825148.

A madeira do gênero Eucalyptus ocupa um lugar de destaque em relação a outras fontes de celulose, devido a sua composição química, seu baixo custo, abundância e disponibilidade. Dentre os processos de polpação química, o processo kraft é o mais extensivamente utilizado para produção de polpas celulósicas a partir da madeira de eucalipto. O uso de antraquinona (AQ) na polpação tem como principais finalidades aumentar a taxa de deslignificação, bem como proteger a polpa quanto à degradação dos polissacarídeos. O presente trabalho objetivou utilizar a antraquinona como aditivo no cozimento visando reduzir a carga de sulfidez aplicada no processo sem prejudicar a qualidade da polpa. Os cozimentos kraft e kraft/AQ foram realizados em digestor rotativo laboratorial variando-se inicialmente o álcali ativo (10, 13, 16 e 19%) e, posteriormente, a sulfidez (5, 10, 15, 20 e 25%), mantendo-se as demais condições constantes visando obter polpa com número kappa próximo de 9. A partir da variação do álcali ativo e da sulfidez foram estabelecidas curvas de deslignificação entre álcali ativo e número kappa e, sulfidez e número kappa, de onde foi possível estabelecer as quantidades mínimas necessárias de álcali, bem como de sulfidez. A partir dos cozimentos foi possível estabelecer as cargas de álcali ativo e sulfidez de 17,4% e 8,8%, respectivamente. O cozimento em condições determinadas apresentou rendimento depurado de 48,63%, sendo que o rendimento com base na massa inicial de madeira foi de 42,24%, gerando uma polpa de elevada qualidade, ou seja, com baixo número kappa e teor de hemiceluloses (0,41%) e elevado teor de alfa celulose (98,49%).

Palavras-chave : antraquinona; polpação; polpa solúvel; eucalipto..

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )