SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número1Relação de fungos micorrízicos arbusculares e rizobactérias no crescimento de mudas de oliveira (Olea europaea)Efeitos da arborização urbana na redução do escoamento pluvial superficial e no atraso do pico de vazão índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Resumo

SOUZA, Michel Aquino de  e  VALE, Ailton Teixeira do. Levantamento de plantas de baixa inflamabilidade em áreas queimadas de Cerrado no Distrito Federal e análise das suas propriedades físicas. Ciênc. Florest. [online]. 2019, vol.29, n.1, pp.181-192.  Epub 30-Maio-2019. ISSN 1980-5098.  https://doi.org/10.5902/1980509822416.

Os incêndios florestais se propagam principalmente através do material combustível superficial. Portanto, plantas de baixa inflamabilidade podem ser usadas para proteção contra incêndios, pois dificultam a propagação do fogo. Neste sentido, o objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento de plantas de baixa inflamabilidade no cerrado do Distrito Federal e, a partir de amostras coletadas, caracterizá-las. O levantamento dessas plantas deu-se por meio do caminhamento em áreas queimadas, fotografando espécimes relativamente preservados adjacentes à vegetação consumida pelas chamas. Depois, coletaram-se amostras de folhas das espécies de baixa e de alta inflamabilidade para caracterização das propriedades físicas, foliares e análise imediata. As espécies classificadas como de baixa inflamabilidade foram: Vochysia thyrsoidea, Palicourea rigida e Lavoisiera bergii. Já a gramínea Echinolaena inflexa foi considerada de alta inflamabilidade. As análises mostraram que, em comparação com Echinolaena inflexa, as espécies Vochysia thyrsoidea, Palicourea rigida e Lavoisiera bergii apresentaram bons índices que as habilitam como espécies de baixa inflamabilidade. Entre elas, Palicourea rigida destaca-se ao apresentar elevado teor de umidade (173%), maior espessura foliar (5,6 mm), teor de voláteis de 76% e calor de combustão na umidade de campo de 1.263 cal/g. Os resultados confirmaram a baixa inflamabilidade de Vochysia thyrsoidea, Palicourea rigida, e Lavoisiera bergii sendo estas indicadas para uso em aceiros verdes.

Palavras-chave : Aceiro verde; Palicourea; Vochysia; Incêndios florestais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )