SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue1Multivariate analysis of native forest species in relation to chemical and texture attributes of soil in the region of Cotriguaçu - Mato Grosso StateUtility of woody vegetation in a Caatinga area in the state of Pernambuco, northeastern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Florestal

Print version ISSN 0103-9954On-line version ISSN 1980-5098

Abstract

SILVA, Vinicius Evangelista et al. Produtividade de Pinus caribaea VAR. hondurensis e suas relações com atributos químicos dos solos em região de Cerrado brasileiro. Ciênc. Florest. [online]. 2019, vol.29, n.1, pp.292-306.  Epub May 30, 2019. ISSN 0103-9954.  http://dx.doi.org/10.5902/1980509829367.

A silvicultura com espécies exóticas desempenha importante papel socioeconômico no Brasil, fornecendo matéria-prima para a produção de madeira, lenha, carvão vegetal, celulose, dentre outros. Nesse sentido, torna-se necessário o aprofundamento do conhecimento sobre as variáveis ambientais que controlam a produtividade do Pinus; em especial, as edáficas. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a variabilidade espacial dos atributos químicos de solo e planta em um plantio comercial de Pinus caribaea var. hondurensis. O experimento foi instalado no campus da Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira (Unesp), localizado em Selvíria, Estado de Mato Grosso do Sul, Brasil, em um Latossolo Vermelho Distroférrico, textura muito argilosa. Foram analisados os seguintes atributos químicos do solo: fósforo (P), matéria orgânica (MO), potencial hidrogeniônico (pH), potássio (K), cálcio (Ca), magnésio (Mg), acidez potencial (H+Al), alumínio (Al), soma de bases (SB), capacidade de troca catiônica (CTC), saturação por bases (V%), cálcio (CaT), magnésio (MgT) e alumínio (m) na CTC (Capacidade de Troca Catiônica). Todos os atributos de solo e planta apresentaram dependência espacial simples na área do estudo, exceto Altura, Diâmetro a Altura do Peito e acidez potencial na camada de 0,10-0,20 m, evidenciando que o manejo de Pinus pode ser realizado de acordo com site específico nas condições do estudo. O potássio foi o atributo de solo que melhor se correlacionou com a produtividade de Pinus em volume, bem como os melhores indicadores para a estimativa da produtividade.

Keywords : Química do solo; Krigagem; Silvicultura; Variabilidade.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )