SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número2Use of geotextile collars in the revegetation of a fragment of gallery forest in the Brasília Botanical Garden, Brazil: seedlings survival and developmentNutritional study of Schinus terebinthifolius (Raddi) in response to potassium fertilization índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Ciência Florestal

versión impresa ISSN 0103-9954versión On-line ISSN 1980-5098

Resumen

ANDRADE, Marcelo Leandro Feitosa de  y  BOARETTO, Antônio Enedi. Deficiência de macronutrientes em Cariniana estrellensis (Raddi) Kintze. Ciênc. Florest. [online]. 2019, vol.29, n.2, pp.811-823.  Epub 30-Sep-2019. ISSN 0103-9954.  http://dx.doi.org/10.5902/198050986099.

O conhecimento dos efeitos da nutrição mineral sobre a fisiologia vegetal de espécies nativas é um importante auxílio para que se obtenha o sucesso desejado quando estas são usadas no reflorestamento ou na recuperação de áreas degradadas. A presente pesquisa avaliou as consequências da deficiência de macronutrientes em Cariniana estrellensis (Raddi) Kintze (jequitibá-branco) nas taxas de assimilação de gás carbônico e de transpiração e na pr_odução de biomassa desta espécie, que é amplamente utilizada na restauração florestal no Brasil. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, em blocos ao acaso, com sete tratamentos e três repetições, empregando a técnica de diagnose por subtração de macronutrientes, com um tratamento-controle no qual o jequitibá-branco foi cultivado em solução nutritiva completa, com todos os macros e micronutrientes. Os teores de nutrientes foram determinados por análise química nos diferentes órgãos do jequitibá-branco; através do analisador de gás por infravermelho portátil (Infrared Gas Analyzer - IRGA, modelo Li-cor 6400) foram determinadas as taxas de assimilação de gás carbônico e de transpiração em folhas de três partes distintas das plantas, e ao final do experimento foi realizada a determinação da produção de biomassa seca. A deficiência dos macronutrientes, de de modo geral, prejudicou as taxas de assimilação de gás carbônico e de transpiração e, por conseguinte, a produção de biomassa seca das plantas jovens de jequitibá-branco foi menor em relação ao tratamento-controle. Os resultados deste estudo sugerem que a implantação de florestas ou a recuperação de áreas degradadas por meio do reflorestamento que utilizam o jequitibá-branco certamente serão prejudicados se a complementação nutricional não for realizada quando o solo for deficiente em qualquer dos macronutrientes.

Palabras clave : Jequitibá-branco; Deficiência nutricional; Assimilação de gás carbônico; Transpiração.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )