SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.2 issue2Effect of schooling in auditory lexical decisionCognitive rehabilitation of neuropsychological deficits and mild cognitive impairment: A review of the literature author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Dementia & Neuropsychologia

Print version ISSN 1980-5764

Abstract

RINALDI, Juciclara; SBARDELLOTO, Gabriela; KRISTENSEN, Christian Haag  and  PARENTE, Maria Alice de Mattos Pimenta. Leitura e compreensão textual nomeando pacientes com doença de Alzheimer. Dement. neuropsychol. [online]. 2008, vol.2, n.2, pp.131-138. ISSN 1980-5764.  http://dx.doi.org/10.1590/S1980-57642009DN20200010.

Entre as falhas lingüísticas, o reconto de histórias e os problemas lexicais ocorrem desde o início da DA. Estudos recentes têm discutido se as falhas lexicais nos pacientes com DA incluem a nomeação de ações.

Objetivos:

Os objetivos deste estudo foram verificar as dificuldades de nomeação e reformulação de ações em pacientes com DA e sua relação com o reconto de histórias. As principais questões que nortearam esse estudo foram: As duas habilidades lingüísticas estão prejudicadas no início da DA? Há alguma correlação entre a capacidade de nomeação de ações e de reconto de histórias?

Métodos:

Foram avaliados 28 idosos: 17 com DAs prováveis e 11 sem demência, com escolaridade ³4 anos. A compreensão de leitura textual foi avaliada através de quatro histórias com estrutura textual descritiva e narrativa. A nomeação foi verificada por 17 ações em vídeo, tendo primeira e segunda emissão para cada participante.

Resultados:

Os resultados mostraram que o reconto de histórias é uma tarefa que discrimina pacientes com DA de idosos normais; já as tarefas de nomeação e de reformulação de ações não apresentaram diferenças significativas entre os pacientes e seus controles. Foi encontrada uma correlação positiva entre as dificuldades de reconto de histórias e a reformulação da nomeação de ações.

Conclusões:

Esses resultados confirmam achados anteriores que mostram a preservação da nomeação de ações em pacientes com DA, nas ações familiares e que o reconto de histórias curtas é um instrumento que discrimina pacientes com DA de idosos normais. Também sugerem que as dificuldades de reconto estão relacionadas a falhas de reformulação de informações, talvez oriundas de mecanismos de memória de trabalho diminuída.

Keywords : Alzheimer; compreensão textual; produção lexical; memória; linguagem.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )