SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.6 número1MODELO DE TRIAGEM NEUROPSICOLÓGICA E PEDIÁTRICA PARA ESCOLARES COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEMTREINO DE FUNÇÕES EXECUTIVAS PARA IDOSOS SAUDÁVEIS: RESULTADOS DE UM ESTUDO PILOTO. índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Dementia & Neuropsychologia

versão impressa ISSN 1980-5764

Resumo

OLIVEIRA, Camila Rosa de et al. FUNÇÕES EXECUTIVAS E ATENÇÃO SUSTENTADA: COMPARAÇÃO ENTRE ADULTOS DE 19-39 E 40-59 ANOS DE IDADE. Dement. neuropsychol. [online]. 2012, vol.6, n.1, pp.29-34. ISSN 1980-5764.  https://doi.org/10.1590/S1980-57642012DN06010005.

Na literatura internacional são escassos os estudos envolvendo a cognição de adultos de meia idade, principalmente quando o objetivo é investigar o processo de envelhecimento cognitivo, de componentes executivos e de atenção.

Objetivos:

Este estudo teve como objetivo verificar se existem diferenças no desempenho em tarefas neuropsicológicas que examinam componentes das funções executivas e da atenção sustentada entre dois grupos etários.

Métodos:

A amostra foi constituída de 87 adultos com idades entre 19-59 anos, divididos em dois grupos de acordo com a variável idade (adultos jovens e adultos de idade intermediária). Os participantes eram originalmente brasileiros e não apresentavam desordem sensorial (não corrigida), psiquiátrica ou neurológica, além de história de abuso de álcool, drogas ilícitas e antipsicóticos autorrelatadas. Os instrumentos utilizados foram o Teste Hayling, Trail Making Test, Teste de Cancelamento dos Sinos e tarefas de fluência verbal.

Resultados:

Os grupos não apresentaram diferenças significativas em relação às variáveis sociodemográficas, além de elevado nível de escolaridade e alta frequência de hábitos de leitura e escrita. O grupo de adultos jovens apresentou melhor desempenho do que o grupo de idade intermediária em tarefas que envolviam, principalmente, velocidade de processamento, flexibilidade cognitiva e busca lexical.

Conclusões:

Estes resultados fornecem referências para o processamento cognitivo também em adultos de idade intermediária, visto que um grande número de estudos comparativos foca apenas nas fases inicial e mais avançada da vida adulta. Estudos adicionais são necessários para investigar a possível interação entre fatores como idade e educação.

Palavras-chave : grupos etários; funções executivas; inibição; atenção.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )