SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número4APOPLEXIA, DOENÇA CEREBROVASCULAR E ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL: EVOLUÇÃO HISTÓRICA DOS TERMOS E DEFINIÇÕESSÍNDROME DE GERSTMANN E ATAXIA ÓPTICA UNILATERAL NA SALA DE EMERGÊNCIA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Dementia & Neuropsychologia

versão impressa ISSN 1980-5764versão On-line ISSN 1980-5764

Resumo

HOLANDA JUNIOR, Francisco Wilson Nogueira; ALMONDES, Katie Moraes de  e  SILVA, Rodrigo Alencar e. GRAVE COMPROMETIMENTO DE MEMÓRIA EPISÓDICA APÓS INFARTO ESTRATÉGICO: UM ESTUDO DE CASO. Dement. neuropsychol. [online]. 2017, vol.11, n.4, pp.454-458. ISSN 1980-5764.  https://doi.org/10.1590/1980-57642016dn11-040017.

Infartos cerebrais localizados em regiões estratégicas comumente resultam em comprometimento cognitivo. Baseado em um estudo de caso, este artigo descreve características clínicas e neuropsicológicas incomuns e específicas de uma lesão isquêmica estratégica nas estruturas mediais do lobo temporal esquerdo. Tomado em conjunto com os dados da literatura, este caso ilustra que uma lesão isquêmica estratégica unilateral em estruturas do lobo temporal medial resulta no comprometimento da memória episódica, a qual se refere à habilidade de armazenar e recuperar experiências pessoais, o que inclui informações sobre o tempo e o local do evento e a descrição detalhada do próprio evento. A preservação de outras funções cognitivas, o grave comprometimento funcional e a modalidade de déficit visual-verbal em uma lesão à esquerda foram apontados como características singulares do caso. Este estudo de caso corrobora o papel crítico das estruturas do lobo temporal medial na formação da memória episódica.

Palavras-chave : memória; infarto estratégico; avaliação neuropsicológica; acidente vascular encefálico.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )