SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número3Aptidão cardiorespiratória e composição corporal em crianças e adolescentesSituação do estágio supervisionado em IES privadas da grande São Paulo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Motriz: Revista de Educação Física

versão On-line ISSN 1980-6574

Resumo

PAIXAO, Jairo Antônio da; COSTA, Vera Lucia de Menezes; GABRIEL, Ronaldo Eugénio Calçada Dias  e  KOWALSKI, Marizabel. Práticas aventureiras e situações de risco no voo livre: uma análise a partir do conceito de redoma sensorial. Motriz: rev. educ. fis. (Online) [online]. 2010, vol.16, n.3, pp. 672-681. ISSN 1980-6574.  http://dx.doi.org/10.5016/1980-6574.2010v16n3p672.

O presente estudo analisa situações de risco na prática de voo livre por intermédio do conceito de redoma sensorial. A amostra foi constituída de 19 (dezenove) praticantes da modalidade de parapente, com média de idade de 31 (trinta e um) anos, considerou-se o desvio padrão com significância > < 0,05%. A partir do método de estudo descritivo-exploratório foi possível verificar que o domínio da técnica e o uso de equipamentos adequados, apesar de imprescindíveis não garantem o êxito desses atores. Muitas vezes, as situações de risco vivenciadas agregam num primeiro momento um verdadeiro arcabouço de elementos sensoriais extraordinários. No entanto, as vivências diárias numa dada modalidade podem levar à banalização desses elementos por parte do praticante, transformando-se em elementos sensoriais ordinários. Essa situação poderá implicar negativamente na prática das modalidades de esporte de aventura como, por exemplo, a manutenção da integridade física e emocional do praticante.

Palavras-chave : Risco; Parapente; Redoma sensorial.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português