SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue3The intake of caffeine does not improve the performance of judoBiomechanical changes during pregnancy: a review author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Motriz: Revista de Educação Física

On-line version ISSN 1980-6574

Abstract

BARROS, Heberth Rocha  and  RITTI-DIAS, Raphael Mendes. Relação entre atividade física e densidade mineral óssea/osteoporose: uma revisão da literatura nacional. Motriz: rev. educ. fis. (Online) [online]. 2010, vol.16, n.3, pp. 723-729. ISSN 1980-6574.  http://dx.doi.org/10.5016/1980-6574.2010v16n3p723.

O objetivo deste estudo foi revisar a literatura nacional sobre atividade física e densidade mineral óssea (DMO)/osteoporose. Foi realizada pesquisa bibliográfica nas bases de dados Lilacs e Sibradid. Foram utilizados os termos "osteoporose" e "densidade óssea" que foram combinados com os termos "atividade física" e "exercício físico". Foram incluídos os estudos originais que foram publicados em língua portuguesa, relacionavam a DMO ou osteoporose com atividade física ou exercício físico em humanos e estavam disponíveis online. Sete estudos atenderam a esses critérios e foram incluídos na revisão. Dos três estudos que analisaram a associação entre a prática de atividade física na infância e a DMO/osteoporose, apenas um verificou associação significante. Dos seis estudos que analisaram a relação entre a atividade física atual e a DMO, quatro estudos verificaram relação significante. Os resultados dessa revisão evidenciaram a existência de poucos estudos que investigaram a relação entre atividade física e DMO/osteoporose na literatura nacional. Os resultados destes estudos, embora apresentem algumas controvérsias, sugerem que a atividade física pode aumentar a DMO e diminuir a prevalência de osteoporose.

Keywords : Exercício; Atividade motora; Densidade óssea.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese