SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue1Body satisfaction in Physical Education undergraduate students: questionnaire proposalEating disorders and body image in Physical Education students author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Motriz: Revista de Educação Física

On-line version ISSN 1980-6574

Abstract

AFONSO, Gilmar Francisco  and  MARCHI JUNIOR, Wanderlei. Como pensar o voleibol de praia sociologicamente. Motriz: rev. educ. fis. [online]. 2012, vol.18, n.1, pp. 72-83. ISSN 1980-6574.  http://dx.doi.org/10.1590/S1980-65742012000100008.

Este artigo trata de uma análise sociológica da história do Voleibol de Praia. Aqui procuramos responder: por que o desenvolvimento internacional da modalidade ocorreu no Brasil e não nos EUA? Como hipótese apresentamos que a estrutura do campo Voleibol de Praia vem sendo determinada pela disputa de duas instituições, a Federação Internacional de Voleibol (FIVB) e a Association of Volleyball Professionals (AVP). Os objetivos foram investigar por que o Brasil foi o local onde o Voleibol de Praia se transformou em show business internacional e analisar as configurações entre os agentes/estruturas que compõem o campo. O recorte compreendeu o intervalo de 1985 a 2004. Como referencial teórico metodológico de análise, buscamos na teoria dos campos de Pierre Bourdieu o instrumental capaz de explicitar as relações que se estabelecem no contexto socioeconômico contemporâneo, aplicando-o na leitura do desenvolvimento do Voleibol de Praia. Constatamos que a FIVB assumiu o controle do campo e o Brasil passou a ser uma estrutura estruturante da modalidade.

Keywords : Voleibol de praia; Profissionalização; Mercantilização; Espetacularização.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese