SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue60Central American-US Migration in the Time of COVID-19The Brazilian migration policy for Venezuelans: from the temporary residence permit to the refuge “label” (2017-2019) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


REMHU: Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana

Print version ISSN 1980-8585On-line version ISSN 2237-9843

Abstract

RUSEISHVILI, Svetlana. Fronteira desterritorializada, inclusão diferencial e Estado-nação: a Comissão brasileira de seleção de refugiados da Segunda Guerra Mundial. REMHU, Rev. Interdiscip. Mobil. Hum. [online]. 2020, vol.28, n.60, pp.127-150.  Epub Dec 09, 2020. ISSN 2237-9843.  https://doi.org/10.1590/1980-85852503880006008.

O artigo analisa a atuação da Comissão brasileira de seleção de refugiados na Europa após a Segunda Guerra Mundial sob ótica dos estudos críticos da mobilidade. Foi investigado um conjunto documental composto por estudos preparatórios e por relatórios do chefe da Comissão em 1946-1947, Artur Hehl Neiva. Argumenta-se que a Comissão foi uma forma singular que as políticas de branqueamento tomaram no pós-guerra. Destacam-se elementos que permitem pensar a atuação da Comissão como uma manifestação de fronteira inteligente avant la lettre, que operava por meio da classificação hierárquica e da inserção diferencial dos refugiados.

Keywords : fronteira desterritorializada; inclusão diferencial; refugiados; deslocados de guerra; Artur Hehl Neiva.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )