SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 número2Ecotoxicidade de efluentes brutos e tratados gerados por uma fábrica de medicamentos veterináriosRiqueza e distribuição de eucariontes unicelulares em três córregos sob influência antrópica na cidade de Ivinhema, Mato Grosso do Sul, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Ambiente & Água

versão On-line ISSN 1980-993X

Resumo

BATISTA, Raquel Oliveira et al. Efeito da água residuária da suinocultura no desenvolvimento e qualidade de mudas de Eucalyptus urophylla produzidas em substrato de resíduos sólidos urbanos. Rev. Ambient. Água [online]. 2013, vol.8, n.2, pp.180-191. ISSN 1980-993X.  https://doi.org/10.4136/ambi-agua.1122.

O objetivo deste trabalho foi analisar a utilização da água residuária da suinocultura na produção de mudas de Eucalyptus urophylla, com um composto de resíduos sólidos urbanos (SRSU) como substrato, avaliando-se o efeito de diferentes proporções de ARS e idades das mudas na sua qualidade morfológica e nutricional. O experimento foi instalado em casa de vegetação na Área Experimental de Hidráulica, Irrigação e Drenagem, do Departamento de Engenharia Agrícola. O delineamento estatístico foi em blocos casualizados com número de repetições diferentes, sendo composto por 10 tratamentos em um esquema fatorial 5 x 2 (5 proporções de ARS complementadas com adubação nitrogenada de cobertura e 2 idades das mudas). Foram avaliadas as variáveis altura da parte aérea (H), diâmetro do coleto (DC), massa seca da parte aérea (MSPA), massa seca da raiz (MSR), massa seca total (MST), relação da altura da muda/diâmetro do coleto (H/DC), relação da massa seca da parte aérea/massa seca da raiz (MSPA/MSR), índice de qualidade de Dickson (IQD) e concentrações de macronutrientes na folha, no caule e na raiz das plantas. Essas características foram avaliadas aos 75 e 90 dias após a semeadura (DAS). Concluiu-se que a proporção de 50% de ARS é a que resulta em melhores características morfológicas e nutricionais das mudas de eucalipto cultivadas com o composto de resíduos sólidos urbanos. As mudas alcançaram características morfológicas adequadas ao plantio no campo aos 90 dias após a semeadura e, apresentaram teores adequados para a maioria dos nutrientes nas duas idades avaliadas.

Palavras-chave : Fertirrigação; espécie florestal; reuso.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons