SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue2Spray drying of blackberry pulp using maltodextrin as carrier agentScientific note: acceptance test of a mixed soybean and mulberry drink author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Food Technology

On-line version ISSN 1981-6723

Abstract

FREITAS, Daniela De Grandi Castro et al. Aceitabilidade de patê à base de carne de tilápia (Oreochromis niloticus) mecanicamente separada. Braz. J. Food Technol. [online]. 2012, vol.15, n.2, pp.166-173.  Epub May 29, 2012. ISSN 1981-6723.  http://dx.doi.org/10.1590/S1981-67232012005000010.

A carne mecanicamente separada (CMS) é uma alternativa para a diversificação de novos produtos à base de pescado e também se mostra como um destino para os resíduos da indústria de filetagem. A carne mecanicamente separada de tilápia foi utilizada, neste estudo, na formulação de patê, com o objetivo de investigar a aceitabilidade desse produto pelos consumidores. Duas formulações de patê foram preparadas, com diferentes tipos de sais comerciais: sal temperado (A) e sal comum (B). Consumidores (112) avaliaram a aceitação em relação à impressão global, à espalhabilidade, à aparência e ao sabor em escala hedônica de nove pontos. A análise microbiológica da carne mecanicamente separada de tilápia e a composição química da formulação de patê de tilápia também foram determinadas. Quando a aceitação de todos os consumidores foi considerada, a impressão global, a aparência e o sabor foram significativamente (p < 0,05) inferiores para o patê de tilápia com sal comum (B). No entanto, três diferentes grupos de consumidores foram encontrados a partir da aceitabilidade da impressão global do patê de tilápia. O maior segmento também preferiu o patê de tilápia com sal temperado (A), mas ambos tiveram alta aceitabilidade. A CMS de tilápia apresentou qualidade como matéria-prima de acordo com regulamento técnico sobre padrões microbiológicos. O produto final apresentou a seguinte composição química: umidade - 62,17%; cinzas - 2,11%; proteína - 9,75%, e lipídios - 18,81%. Esses resultados podem ser de grande importância para a indústria no desenvolvimento e na comercialização de novos produtos obtidos a partir da carne mecanicamente separada de tilápia.

Keywords : Aceitabilidade; Consumidores; Carne mecanicamente separada; Tilápia.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License