SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21Efeitos de interações de Sacarose/NaCl/Tempo na desidratação osmótica de fatias de bananaCompostos bioativos e atividade antirradicalar em farinhas de bagaço de uvas de diferentes cultivares desidratadas em liofilizador e em estufa índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Food Technology

versão On-line ISSN 1981-6723

Resumo

PEDRI, Eliane Cristina Moreno de et al. Características morfológicas e culinárias de etnovariedades de mandioca de mesa em diferentes épocas de colheita. Braz. J. Food Technol. [online]. 2018, vol.21, e2018073.  Epub 18-Out-2018. ISSN 1981-6723.  https://doi.org/10.1590/1981-6723.07318.

As raízes da mandioca são ricas em carboidratos e amplamente consumidas em todo o mundo. Objetivou-se, neste estudo, avaliar características morfológicas e culinárias de quatro etnovariedades de mandioca (Cacau branca, Cacau roxa, Cacau amarela e Mandioca pão), em diferentes épocas de colheita. As características avaliadas foram: forma da raiz, cor da película, textura da epiderme, cor do córtex, cor da polpa, descascamento da película e do córtex, tempo de cozimento, padrão de massa cozida e deterioração pós-colheita das raízes. As etnovariedades exibiram variação fenotípica quanto às características morfológicas. A Cacau branca e a Cacau roxa apresentaram descascamento fácil nas três primeiras épocas de colheita. O tempo de cocção variou de ‘bom’ a ‘ruim’ entre as etnovariedades, sendo que a Cacau roxa apresentou o menor tempo de cozimento (15 min), aos seis meses, e a Cacau amarela, o maior tempo (35 min), aos 10 e 12 meses. A Cacau branca e a Cacau roxa apresentaram maior nota média quanto à classificação de massa cozida, sendo as mais indicadas para utilização como mandioca de mesa. Quanto às características ‘tempo de cocção’ e ‘qualidade da massa cozida’, as raízes das quatro etnovariedades, colhidas aos seis e oito meses pós-plantio, apresentaram-se ideais para o consumo de mesa. O tempo de cozimento apresentou aumento crescente de acordo com a permanência das plantas no campo. As etnovariedades Cacau amarela e Mandioca pão são as mais indicadas para cultivos que visem à comercialização, pois apresentaram, em todas as épocas de colheita, menor susceptibilidade à deterioração.

Palavras-chave : Cocção; Descascamento; Deterioração pós-colheita; Manihot esculenta; Massa cozida; Textura.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )