SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22Estabilidade química, físico-química e antioxidante de polpa de Physalis pasteurizada e não pasteurizada sob congelamentoAvaliação do potencial antioxidante de proteínas do soro de leite concentradas por ultrafiltração e hidrolisadas por diferentes proteases comerciais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Food Technology

versão On-line ISSN 1981-6723

Resumo

AMADO, Daieni Alves Vieira et al. Atividades antioxidante e antibacteriana e análise preliminar da toxicidade de diferentes variedades de abacate (Persea americana Mill.). Braz. J. Food Technol. [online]. 2019, vol.22, e2018044.  Epub 01-Abr-2019. ISSN 1981-6723.  https://doi.org/10.1590/1981-6723.04418.

As atividades antioxidante e antibacteriana, e a toxicidade de produtos naturais podem mudar de acordo com a variedade vegetal, bem como a parte da planta que é analisada. Neste estudo, foram analisadas cascas, polpas e sementes de quatro variedades de abacate (Quintal, Fortuna, Margarida e Hass) no que tange às propriedades antioxidantes e antibacterianas, e à toxicidade. Existem poucos estudos na literatura comparando essas três primeiras variedades. A atividade antioxidante foi medida utilizando-se os métodos DPPH (2,2-diphenyl-1-picrylhydrazil), ABTS [2,2'-azino-bis- (3-ethylbenzothiazoline-6-sulfonic acid)] e FRAP (Ferric Reducing Ability Power), juntamente com o conteúdo de compostos fenólicos e flavonoides. A análise de componentes principais foi aplicada para testes antioxidantes. A atividade antibacteriana contra patógenos alimentares foi avaliada pelos testes de concentração inibitória mínima e concentração bactericida mínima. A toxicidade foi avaliada contra Artemia salina e também pela atividade hemolítica. O extrato etanólico da casca da variedade Quintal apresentou a maior atividade antioxidante e antibacteriana. Este mesmo extrato não mostrou toxicidade nos testes preliminares e mostra grande potencial de aplicação na indústria de alimentos como um aditivo alimentar.

Palavras-chave : Compostos fenólicos; Flavonoide; Artemia salina; Atividade hemolítica; Fruta; Subproduto.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )