SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número3CUIDADO AOS USUÁRIOS DE ÁLCOOL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA: MORALISMO, CRIMINALIZAÇÃO E TEORIAS DA ABSTINÊNCIACONFIGURAÇÕES DO PROCESSO DE TRABALHO EM NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA E O CUIDADO INTEGRAL índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Trabalho, Educação e Saúde

versão impressa ISSN 1678-1007versão On-line ISSN 1981-7746

Resumo

CASTRO, Cristiane Pereira de; NIGRO, Daniele Sacardo  e  CAMPOS, Gastão Wagner de Sousa. NÚCLEO DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA E TRABALHO INTERPROFISSIONAL: A EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE CAMPINAS (SP). Trab. educ. saúde [online]. 2018, vol.16, n.3, pp.1113-1134.  Epub 13-Ago-2018. ISSN 1678-1007.  http://dx.doi.org/10.1590/1981-7746-sol00143.

Este estudo buscou compreender a dinâmica do processo de institucionalização do único Núcleo de Apoio à Saúde da Família implantado em Campinas, São Paulo. Embora seja município precursor da prática de apoio matricial, nele a implantação do Núcleo ocorre em ritmo lento, sendo relevante identificar fatores relacionados à inexpressiva presença deste arranjo organizacional, assim como analisar suas práticas. Optou-se pelo emprego do estudo de caso único, e para a produção de material empírico utilizou-se a observação participante e grupos focais. Os dados foram agrupados em dois eixos: a ‘história feita’, focalizando o contexto das políticas de saúde municipais; a ‘história se fazendo’, que remete à compreensão das percepções dos participantes daquela história. Observou-se que a experiência do Núcleo de Apoio à Saúde da Família estudado apresenta potencialidades e tensões. A metodologia do apoio matricial fundamenta a atuação da equipe e favorece o vínculo com a atenção básica, o desenvolvimento de uma relação interprofissional interativa, pautada no intercâmbio de conhecimentos e fortalecimento do trabalho em rede. Entretanto, as dificuldades para a ampliação desses núcleos como arranjo organizacional prioritário indicam a permanência de tensões que remetem ao histórico de conformação das práticas de matriciamento, pautadas em equipes autônomas e organizadas por áreas temáticas.

Palavras-chave : apoio matricial; Núcleo de Apoio à Saúde da Família; atenção primária à saúde.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )