SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.64 issue2Pregnant women's oral health: knowledge, practices and their relationship with periodontal diseaseDegenerative bone changes in TMJ assessed by cone beam computed tomography author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


RGO - Revista Gaúcha de Odontologia

Print version ISSN 0103-6971On-line version ISSN 1981-8637

Abstract

MORAIS, Carlos Henrique de et al. Má Oclusão em escolares de 7 a 12 anos de idade em Minas Gerais, Brasil. RGO, Rev. Gaúch. Odontol. [online]. 2016, vol.64, n.2, pp.164-170. ISSN 1981-8637.  http://dx.doi.org/10.1590/1981-863720160002000062970.

Objetivo

Determinar a prevalência de má oclusão e as relações inter e intra-arco em escolares de 7 a 12 anos de Vazante, Minas Gerais, Brasil.

Métodos

Nas relações inter-arco os aspectos no plano sagital, verticais e transversais foram avaliados e, no intra-arco, as relações de diastemas, apinhamento e perdas dentárias foram determinadas em 670 escolares. A má oclusão foi classificada em classe I, II e III de acordo com Angle, baseada na posição dos primeiros molares. Para este estudo, a amostra foi dividida em dois grupos etários: crianças 7-9 anos e crianças dos 10 aos 12 anos de idade.

Resultados

Uma percentagem semelhante de indivíduos com má oclusão de Classe I e II foi encontrado nos dois grupos etários avaliados. A maior percentagem de indivíduos com má oclusão de Classe III foi observada na faixa etária dos 10 aos 12 anos. A presença de mordida cruzada, mordida aberta anterior, diastemas, apinhamento e perda dentária precoce primária foi prevalente nas faixas etárias de 7 e 9 anos. Sobremordida profunda, mordida cruzada posterior e perda precoce dos dentes permanentes prevaleceram na faixa etária de 10-12 anos.

Conclusão

Pode-se concluir que houve uma alta taxa de má oclusão em crianças e a relação sagital foi mantido nos dois períodos avaliados. Foi observado um maior número de mordida aberta anterior na faixa etária de 7 a 9 anos, e sobremordida profunda no grupo dos 10 aos 12 anos. Na relação transversal, houve um aumento da mordida cruzada do primeiro para o segundo período de transição.

Keywords : Dentição mista; Má oclusão; Ortodontia.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )