SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 issue2Spatial distribuition of tooth loss in a population of adultsThe clinical prevalence of actinic cheilitis among community health agents from the regional V subprefecture of Fortaleza author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


RGO - Revista Gaúcha de Odontologia

Print version ISSN 1981-8637On-line version ISSN 1981-8637

Abstract

FRITOLI, Aretuza et al. Avaliação das espécies Enterococcus faecalis, Staphylococcus warneri e Staphylococcus aureus em adultos com periodontite crônica generalizada. RGO, Rev. Gaúch. Odontol. [online]. 2017, vol.65, n.2, pp.121-127. ISSN 1981-8637.  http://dx.doi.org/10.1590/1981-863720170002000043137.

Objetivo:

Identificar e quantificar os níveis de três espécies bacterianas que foram recentemente apontadas como possíveis “novos” patógenos periodontais (Enterococcus faecalis, Staphylococcus warneri e Staphylococcus aureus), em indivíduos periodontalmente saudáveis e com periodontite crônica generalizada.

Métodos:

A amostra foi composta por 30 indivíduos adultos com periodontite crônica generalizada e 10 periodontalmente saudáveis. Nove amostras de biofilme subgengival foram coletadas por indivíduo e analisadas individualmente pela técnica de checkerboard DNA-DNA hybridization.

Resultados:

Os níveis médios de E. faecalis e S. warneri foram maiores no grupo com periodontite crônica do que no de saúde periodontal (p<0,05). Além disso, um maior percentual de indivíduos com periodontite estavam colonizados pelas três espécies avaliadas em comparação com os indivíduos saudáveis (p<0,05). Essa diferença entre os dois grupos foi de 40 pontos percentuais para E. faecalis (presente em 90% dos indivíduos com periodontite e 50% dos saudáveis) e S. warneri (100% e 60%, respectivamente), e de 26 pontos percentuais para S. aureus (86% e 60%, respectivamente).

Conclusão:

E. faecalis e S. warneri tem potencial para serem patógenos periodontais. O papel do S. aureus foi menos evidente, uma vez que esta espécie estava mais prevalente e em níveis relativamente mais altos do que as outras duas espécies em saúde. Estes dados podem guiar futuros estudos sobre o papel dessas espécies na etiologia das periodontites e ajudar a estabelecer tratamentos mais eficazes para essas infecções.

Keywords : Periodontite crônica; Microbiota; Noxas; Doenças periodontais..

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )