SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.66 número3Clínica Materno-Infantil da Faculdade de Odontologia - Universidade de Passo Fundo (UPF): perfil dos pacientesCorrelação entre índices radiomorfométricos panorâmicos e estabilidade primária de implantes índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


RGO - Revista Gaúcha de Odontologia

versão impressa ISSN 1981-8637versão On-line ISSN 1981-8637

Resumo

OLIVERA, Cícera Alane de et al. Ansiedade apresentada por crianças frente ao tratamento odontológico. RGO, Rev. Gaúch. Odontol. [online]. 2018, vol.66, n.3, pp.212-218. ISSN 1981-8637.  http://dx.doi.org/10.1590/1981-863720180003000033302.

Objetivo:

Determinar o perfil das crianças de 6 a 12 anos de idade, com relação à ansiedade frente ao tratamento odontológico e avaliar os principais fatores desencadeadores de ansiedade nesta população.

Métodos:

A amostra foi composta por 200 crianças com idade média de 8,5 anos que frequentaram a Clínica-Escola de Odontologia da Universidade Federal de Campina Grande e as Unidades Básicas de Saúde da Família do município de Patos-PB entre junho de 2015 e maio de 2016. A ansiedade foi avaliada utilizando a Dental Anxiety Scale e o Venham Picture Test. O teste Qui-Quadrado e Exato de Fisher foram usados para explorar o nível de significância das associações entre as variáveis.

Resultados:

A ansiedade foi observada na maioria das crianças (Dental Anxiety Scale - 89% e Venham Picture Test - 70,5%) e os níveis predominantes foram baixo e moderado. A faixa etária da criança foi associada significativamente à ansiedade (p=0,014) através do teste Venham Picture Test, ao passo que o gênero não apresentou essa correlação. A ansiedade sofreu influência de todos os fatores estudados: marcação da consulta, sala de espera, caneta odontológica e raspagem periodontal.

Conclusão:

A maioria das crianças apresentou ansiedade e os fatores desencadeadores marcação da consulta, sala de espera, caneta odontológica e raspagem periodontal atuaram consideravelmente para o seu desenvolvimento.

Palavras-chave : Ansiedade ao tratamento odontológico; Crianças; Relações dentista-paciente.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )