SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.66 número3Ensino da cariologia para estudantes de graduação em odontologia no BrasilLevantamento das falhas em prótese parcial fixa: acompanhamento de um ano índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


RGO - Revista Gaúcha de Odontologia

versão impressa ISSN 1981-8637versão On-line ISSN 1981-8637

Resumo

PEDRAZINI, Maria Cristina; ARAUJO, Vera Cavalcanti  e  MONTALLI, Victor Angelo Martins. O efeito da L-Lisina na herpes labial recorrente: estudo piloto com 8 anos de seguimento. RGO, Rev. Gaúch. Odontol. [online]. 2018, vol.66, n.3, pp.245-249. ISSN 1981-8637.  http://dx.doi.org/10.1590/1981-863720180003000083517.

Vários tratamentos para herpes labial recorrente foram testados, incluindo veneno de cobra intradérmica, compressas de cânfora, tratamentos psiquiátricos, vitamina C e outros complexos vitamínicos. Atualmente, as drogas retrovirais tópicas e sistêmicas, como o aciclovir, o valaciclovir e a vadarabina são as drogas de escolha. No entanto, eles são eficazes apenas para minimizar os sintomas das lesões existentes, sem eliminar o vírus permanentemente. Neste estudo é apresentado um tratamento alternativo com L-lisina oral. Este é um dos oito aminoácidos essenciais não fabricados pelo homem, que devem ser adquiridos através da alimentação, uma vez que são importantes para a síntese de proteínas e o desenvolvimento do organismo. Foi observado um efeito significativo na redução da incidência anual de herpes recorrente em 12 pacientes com 8 anos de seguimento.

Palavras-chave : Aminoácidos; Herpes labial; Ferimentos e lesões.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )