SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.67Desfechos clínicos do tratamento da peri-implantite com substituto ósseo e membrana reabsorvível: revisão da literatura com abordagem sistemáticaAvaliação da produção de procedimentos odontológicos no município de Florianópolis/SC índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


RGO - Revista Gaúcha de Odontologia

versão impressa ISSN 0103-6971versão On-line ISSN 1981-8637

Resumo

FAGUNDES-DE-SOUZA, Daniele Paraguassú et al. Dentes hipersensíveis apresentam inflamação pulpar?. RGO, Rev. Gaúch. Odontol. [online]. 2019, vol.67, e20190011.  Epub 06-Maio-2019. ISSN 0103-6971.  http://dx.doi.org/10.1590/1981-86372019000113580.

Objetivo:

Este estudo investigou a presença de resposta inflamatória na polpa dentária de ratos apresentando hipersensibilidade dentinária induzida por episódios erosivos.

Métodos:

Dezesseis ratos Wistar foram alimentados com ração peletizada isenta de sacarose por 12 horas; enquanto a dieta estava ausente no restante do período diário, os animais receberam água mineral ou um refrigerante dietético à base de limão, de acordo com o grupo ao qual pertenciam. Oito animais consumiram o refrigerante para a indução do quadro de hipersensibilidade, enquanto os demais receberam água mineral (controle). Após seis semanas, realizou-se a eutanásia dos animais, os quais tiveram suas mandíbulas removidas e seccionadas medialmente no plano sagital, a fim de serem obtidas hemimandíbulas direita e esquerda. Lâminas coradas com hematoxilina-eosina foram analisadas sob microscopia óptica.

Resultados:

A avaliação histológica dos grupos controle e experimental revelou ausência de processo inflamatório no tecido pulpar e também não foi observada a presença de células inflamatórias como linfócitos, plasmócitos, eosinófilos ou macrófagos. Em adição, não houve edema ou vasos sanguíneos dilatados e congestos. O teste de Mann-Whitney demonstrou inexistência de diferença significativa (p = 1,000) entre os grupos experimental e controle.

Conclusão:

No modelo animal adotado, a hipersensibilidade dentinária não desencadeou resposta inflamatória na polpa dentária.

Palavras-chave : Dentina; Hypersensibilidade; Inflamação pulpar; Modelo animal; Erosão dentária.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )