SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número3SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS NO APOIO AO GERENCIAMENTO DE OBSTÁCULOS À SUPERFÍCIE DE SEGMENTO VISUAL índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Boletim de Ciências Geodésicas

versão On-line ISSN 1982-2170

Resumo

GOUVEIA, TAYNÁ APARECIDA FERREIRA; SAPUCCI, LUIZ FERNANDO; MONICO, JOÃO FRANCISCO GALERA  e  ALVES, DANIELE BARROCA MARRA. AVALIAÇÃO ROBUSTA DA MODELAGEM NEUTROSFÉRICA SOBRE O TERRITÓRIO BRASILEIRO BASEADA EM MODELOS DE PREVISÃO NUMÉRICA DE TEMPO DA AMÉRICA DO SUL. Bol. Ciênc. Geod. [online]. 2014, vol.20, n.3, pp.481-503. ISSN 1982-2170.  http://dx.doi.org/10.1590/S1982-21702014000200028.

O posicionamento com o sistema GNSS (Global Navigation Satellite System) é atualmente a técnica mais utilizada para se obter a localização sobre a superfície terrestre ou próxima a essa. Depois dos efeitos causados pela ionosfera, a refração que o sinal sofre ao ultrapassar a neutrosfera pode ser considerada como uma das maiores fontes de erro no sinal, a qual gera um atraso, que rebatida na direção zenital é denominado atraso zenital neutrosférico (ZND), ou ainda atraso zenital troposférico (ZTD - Zenithal Tropospheric Delay). Esse atraso gera erros no posicionamento GNSS quando o mesmo não é devidamente modelado. Os modelos de Previsão Numérica de Tempo (PNT) são boas alternativas para a modelagem do ZND, pois como são alimentados diariamente por observações da atmosfera, os mesmos, geram previsões do ZND capazes de captar suas oscilações espaciais e temporais. No CPTEC/INPE são desenvolvidos e operacionalizados modelos de PNT globais e regionais, sendo os últimos dedicados ao melhor detalhamento sobre a América do Sul. No Brasil está operacional no CPTEC/INPE um processo que gera tais previsões com resolução espacial de 15 km e temporal de 3 horas, além de outras versões que contemplam outras sofisticações. Para determinar o impacto dessas melhorias na qualidade das previsões do ZND, o presente trabalho apresenta uma avaliação robusta das versões disponibilizadas, utilizando como referência os valores de ZND estimados a partir dos dados GNSS coletados pelas estações da RBMC (Rede Brasileira de Monitoramento Contínuo), levando em consideração: a variação sazonal, a continentalidade e a variação da altitude e latitude.

Palavras-chave : Posicionamento GNSS; Atraso Zenital Neutrosférico; Previsão Numérica de Tempo; Assimilação de dados.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )