SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número3PROPOSTA DE MÉTODO DE REDE GNSS POR PPP E ANÁLISE DE CONFIABILIDADEAVALIAÇÃO DA USABILIDADE DE INTERFACES DE SISTEMAS VGI NA TAREFA DE INSERÇÃO DE FEIÇÕES. índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Boletim de Ciências Geodésicas

versão impressa ISSN 1413-4853versão On-line ISSN 1982-2170

Resumo

RAMOS, Ana Paula Marques et al. Preferência por mapas em diferentes escalas para sistema de navegação e guia de rota em automóvel. Bol. Ciênc. Geod. [online]. 2016, vol.22, n.3, pp.472-491. ISSN 1413-4853.  http://dx.doi.org/10.1590/S1982-21702016000300027.

A usabilidade dos mapas apresentados nos Sistemas de Navegação e Guia de Rota em Automóvel (SINGRA) pode resultar em sérios impactos na segurança no trânsito. Para a produção de SINGRA eficientes, a avaliação da satisfação do usuário tem consistido em um importante aspecto, uma vez que possibilitam os projetistas quantificarem a aceitação pela informação exibida no sistema. Uma importante variável ao produzir mapas de SINGRA é a definição da escala. Um mapa em escala apropriada à demanda do motorista, por exemplo, à sua tarefa de navegação, pode auxiliá-lo a compreender rápido e facilmente a informação de navegação. Este trabalho avalia a preferência dos motoristas por mapas de SINGRA em diferentes escalas. Um total de 52 indivíduos participaram de um experimento simulado desenvolvido em um automóvel estacionado. Os mapas foram projetados em quatro diferentes escalas 1:1,000, 1:3,000, 1:6,000 e 1:10,000 para uma rota composta por 13 manobras. Para a produção dos mapas, aplicou-se os princípios da comunicação cartográfica, como agrupamento perceptivo, segregação de figura e fundo. De acordo com os casos estudados, conclui-se que os mapas nas escalas intermediárias (1:6,000 e 1:3,000) foram os mais aceitos entre os motoristas, comparados aos mapas nas escalas maiores (1:1,000) e menores (1:10,000). As escalas dos mapas de SINGRA deveriam ser definidas para auxiliar o motorista a identificar rapidamente a direção da próxima manobra e, simultaneamente, obter informação sobre o contexto da rota por onde navega. Outros resultados são apresentados e suas implicações discutidas

Palavras-chave : Navegação em automóvel; usabilidade; preferência dos motoristas; mapas em diferentes escalas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )