SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número31Faces do comum na comunicação: da partilha à disjunçãoNarrar o outro: notas sobre a centralidade do testemunho para as narrativas jornalísticas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Galáxia (São Paulo)

versão impressa ISSN 1519-311Xversão On-line ISSN 1982-2553

Resumo

CASTRO, Gisela G. S.. O idadismo como viés cultural: refletindo sobre a produção de sentidos para a velhice em nossos dias. Galáxia (São Paulo) [online]. 2016, n.31, pp.79-91. ISSN 1519-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/1982-25542016120675.

Este trabalho propõe uma reflexão sobre o tema da velhice no enquadramento das mídias audiovisuais, especialmente o cinema. Muitas vezes acionado no inconsciente, o idadismo é o preconceito baseado na idade que ocasiona diferentes formas de discriminação. Essa forma de opressão emerge como problemática das relações entre velhice e subjetividade. A Comunicação diz respeito à vinculação social em um contexto de renhidas disputas em torno da produção de significados. Nessa reflexão sobre a construção sociocultural da velhice como desprezível e sobre o ostracismo dos mais velhos no contemporâneo, apostase na capacidade de resistir aos padrões vigentes e de inventar outros modos de ser, viver e valorizar a vida na maturidade.

Palavras-chave : velhice; idadismo; envelhecimento; comunicação; produção de subjetividades.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )