SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue2Rainfall, erosivity, erodibility, land use and their relationships with erosion sites in the upper Araguaia River BasinCharacterization of the physical elements from the córrego Santo Antônio basin (Rio Claro/SP) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sociedade & Natureza

On-line version ISSN 1982-4513

Abstract

AMORIM, Raul Reis  and  OLIVEIRA, Regina Célia de. Análise geoambiental dos setores de encosta da área urbana de São Vicente-SP. Soc. nat. (Online) [online]. 2007, vol.19, n.2, pp. 123-138. ISSN 1982-4513.  http://dx.doi.org/10.1590/S1982-45132007000200008.

As encostas constituem uma forma de relevo complexa, caracterizada por uma acentuada fragilidade natural, que sob a interferência humana pode sofrer a aceleração de processos erosivos e escorregamentos. A ocupação desordenada destes ambientes provoca riscos às atividades econômicas e à própria vida dos seres humanos. O objetivo deste trabalho é a realização de uma análise geoambiental das encostas da área urbana de São Vicente-SP. Ele está dividido nas seguintes etapas: inventário dos atributos naturais e sócio-demográficos da área em livros, periódicos, mapas e na base de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE (regiões censitárias); trabalhos de campo para identificar o grau de risco das encostas; elaboração do mapa de fragilidade a escorregamentos da área urbana de São Vicente. Os setores de encostas estão ocupados parcialmente, pois uma área significativa continua coberta por vegetação. As áreas já urbanizadas são classificadas como estruturadas preferencialmente habitadas pela população de melhor poder aquisitivo. A área tem risco iminente a escorregamentos, que a depender da intensidade podem gerar risco de vida e prejuízos materiais.

Keywords : encostas; ocupação; fragilidade; escorregamentos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese