SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue1Characterization of powdery mildews strains from soybean, bean, sunflower, and weeds in Brazil using rDNA-ITS sequencesRate of application of nitrogen and potassium in relation to brown rot and scab in plum 'Reubennel' in the region of Araucária, Paraná author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Tropical Plant Pathology

On-line version ISSN 1983-2052

Abstract

ISHIDA, Alessandra K.N. et al. Rizobactéria e Acibenzolar-S-Metil (ASM) na indução de resistência à mancha angular e na expressão de respostas de defesa em algodoeiro. Trop. plant pathol. [online]. 2008, vol.33, n.1, pp. 27-34. ISSN 1983-2052.  http://dx.doi.org/10.1590/S1982-56762008000100005.

O efeito do acibenzolar-S-metil (ASM) e do isolado rizobacteriano L2-1 (Bacillus cereus), aplicados isoladamente ou simultaneamente, foi avaliado em plantas de algodão na indução de resistência contra Xanthomonas axonopodis pv. malvacearum. A severidade da mancha angular, o conteúdo de lignina e a atividade das enzimas fenilalanina amônia liase, peroxidase e b-1,3-glucanase foram avaliados periodicamente. O ASM e o isolado L2-1, utilizados isolada ou simultaneamente, reduziram significativamente a severidade da doença, sendo o ASM, o melhor tratamento para o controle da mancha angular. Não houve efeito sinergístico quando se utilizou o ASM simultaneamente com o isolado L2-1. O ASM proporcionou os maiores aumentos nas atividades das enzimas fenilalanina amônia liase, peroxidase e b-1,3-glucanase e na deposição de lignina, principalmente aos 14 dias após a aplicação dos tratamentos. Quando o ASM e a rizobactéria foram aplicados simultaneamente, a atividade das enzimas foi sempre inferior ao tratamento em que o ASM foi aplicado isoladamente.

Keywords : Gossypium hirsutum; Xanthomonas axonopodis pv. malvacearum; resistência induzida.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English