SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue2Black root rot caused by Rosellinia pepo, a new disease of the clove tree in BrazilSome cellular correlates of harpin-induced resistance to blue mold of apples author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Tropical Plant Pathology

On-line version ISSN 1983-2052

Abstract

MAFIA, Reginaldo G. et al. Reaproveitamento de água de irrigação não tratada como fonte de inoculo de patógenos em viveiro clonal de eucalipto. Trop. plant pathol. [online]. 2008, vol.33, n.2, pp. 96-102. ISSN 1983-2052.  http://dx.doi.org/10.1590/S1982-56762008000200003.

Avaliou-se o risco do reaproveitamento de água não tratada, originária do efluente do minijardim clonal, da casa de vegetação, da casa de sombra, das áreas de crescimento e rustificação a céu aberto de um viveiro clonal de eucalipto, quanto ao potencial de disseminação de inóculo de Botrytis cinerea e Cylindrocladium candelabrum. Avaliou-se também a presença de inóculo desses fungos em brita usada como cobertura do piso das áreas do viveiro. Para a detecção dos patógenos, empregaram-se discos de folhas de mamoneira (Ricinus communis) como isca. Análises periódicas evidenciaram que ambos os patógenos são constantemente veiculados na água não tratada, proveniente das diferentes fases da propagação clonal e sobre a brita, sendo C. candelabrum mais freqüentemente constatado. A composição e a concentração de sais de três soluções nutritivas, expressa em valores de condutividade elétrica (0, 0,5, 1,0, 1,5, 2,0, 2,5 e 3,0 mS.cm-1), não afetaram significativamente a germinação de conídios.

Keywords : Hidroponia; inundação; doenças em viveiros; mudas de eucalipto; irrigação e solução nutritiva.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English