SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 número4Práticas integrativas e complementares como recurso de saúde mental na Atenção BásicaAssistência segura ao paciente no preparo e administração de medicamentos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Gaúcha de Enfermagem

versão On-line ISSN 1983-1447

Resumo

ZAMPIER, Vanderleia Soéli de Barros et al. Manutenção da abstinência do tabaco por ex-fumantes: estudo fenomenológico. Rev. Gaúcha Enferm. [online]. 2017, vol.38, n.4, e2017-0027.  Epub 21-Maio-2018. ISSN 1983-1447.  http://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2017.04.2017-0027.

OBJETIVO

Compreender a vivência de ex-fumantes acerca da manutenção da abstinência do tabaco.

MÉTODOS

Pesquisa qualitativa que utilizou o referencial teórico-metodológico da Fenomenologia Social de Alfred Schütz. Realizou-se a entrevista fenomenológica em 2016 com 12 ex-fumantes de um município de Minas Gerais, Brasil. Os depoimentos foram organizados em categorias e discutidos com base na literatura.

RESULTADOS

A manutenção da abstinência do tabaco foi revelada nas categorias: "Ganhos na saúde, sociabilidade e finanças"; "Convívio com a vontade de fumar e com o aumento do peso corpóreo"; "Autodeterminação e utilização de estratégias substitutivas" e "Manter-se longe do cigarro".

CONCLUSÕES

Estes resultados alertam os profissionais de saúde para a necessidade de apoiar ex-fumantes a manter-se nesta condição. Isso implica considerar não só os efeitos negativos da abstinência tabágica, como também o contexto social em que o ex-fumante está inserido, que poderá influenciar na manutenção ou não da abstinência do cigarro.

Palavras-chave : Tabaco; Abandono do hábito de fumar; Abandono do uso de tabaco; Enfermagem; Pesquisa qualitativa.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )