SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número3ANÁLISE QUALITATIVA DE CULTIVARES DE ALHO SEMI-NOBRE VERNALIZADO NA MESORREGIÃO OESTE POTIGUAR índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Caatinga

versão impressa ISSN 0100-316Xversão On-line ISSN 1983-2125

Resumo

SILVA, GERFFESON THIAGO MOTA DE ALMEIDA et al. CARACTERIZAÇÃO DOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE CUCURBITÁCEAS E DA PREVALÊNCIA DE DOENÇAS EM MUNICÍPIOS PERNAMBUCANOS. Rev. Caatinga [online]. 2016, vol.29, n.3, pp.774-779. ISSN 0100-316X.  https://doi.org/10.1590/1983-21252016v29n330rc.

As cucurbitáceas possuem grande importância econômica, nutricional e social no Semiárido brasileiro. Nesta região, diversos fatores podem acarretar em redução na produtividade dessas culturas, destacando-se as doenças fúngicas e viróticas, tornando-se necessário o conhecimento das mesmas para um adequado manejo. Assim, o objetivo desse trabalho foi identificar as principais doenças de cucurbitáceas produzidas em alguns municípios localizados no Sertão Pernambucano. Para tanto, foram coletadas amostras de plantas com sintomas em cultivos nos municípios de Salgueiro, Serra Talhada, Floresta, Petrolândia, Ibimirim, Custódia e Inajá. Também foi aplicado um questionário visando obter informações do perfil produtivo dos produtores. Identificou-se sete patógenos fúngicos infectando cucurbitáceas, Pseudoperonospora cubensis, Colletotrichum sp., Podosphaera xanthii, Rhizoctonia solani, Didymella bryoniae, Fusarium sp. e Alternaria sp., e três vírus, Papaya ringspot virus type watermelon (PRSV-W), Watermelon mosaic virus (WMV), Zucchini yellow mosaic virus (ZYMV). Verificou-se que nos pequenos cultivos, a busca por informações para cultura implantada ainda é limitada, sendo esses cultivos, em sua maioria, provenientes de sementes crioulas em contraste com médios e grandes produtores que utilizam cultivares melhoradas. A cultura do melão e da melancia são as mais exploradas comercialmente e as abóboras utilizadas na agricultura de subsistência. Quanto a problemas fitossanitários, a maior parte dos entrevistados relatou conhecer as principais doenças que ocorrem na cultura e realizam controle com base na experiência pessoal e/ou através do auxílio da assistência técnica fornecida por lojas agropecuárias. Em poucos casos, em propriedades de grande porte, havia um engenheiro agrônomo para auxiliar nesse tipo de controle.

Palavras-chave : Levantamento fitopatológico. Citrullus; Cucurbita. Cucumis. Fungos. Vírus.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )