SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número2FERTILIZAÇÃO POTÁSSICA PARA OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE CEBOLAMODELO PARA DETERMINAÇÃO DE DENSIDADE ENERGÉTICA DE ESPÉCIES FLORESTAIS DO CERRADO índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Caatinga

versão impressa ISSN 0100-316Xversão On-line ISSN 1983-2125

Resumo

MIRANDA, RODRIGO DE QUEIROGA et al. DINÂMICA DO DESMATAMENTO DE FLORESTA SECA NA BACIA DO PONTAL NO BRASIL. Rev. Caatinga [online]. 2018, vol.31, n.2, pp.385-395. ISSN 1983-2125.  https://doi.org/10.1590/1983-21252018v31n215rc.

Informações confiáveis sobre a cobertura vegetal e sua dinâmica ao longo do tempo são essenciais para a gestão de vidas, recursos, e apoio a políticas. Embora muitas iniciativas tenham sido realizadas no Brasil desde a década de 1980, o conhecimento sobre suas florestas secas ainda é limitado. Neste estudo, abordamos os moduladores do desmatamento e sua ameaça à floresta seca brasileira chamada Caatinga. Avaliamos a dinâmica da cobertura da terra e métricas de paisagem na bacia do rio Pontal, a qual se tornou uma das áreas mais socialmente e ambientalmente importantes do Brasil. O processo em geral consiste em uma amostragem sistemática baseada em características hidrológicas, onde imagens Landsat (1975 a 2013) combinadas com o software FRAGSTATS foram utilizadas para avaliar índices de métricas de paisagem para a Caatinga. Os dados mostraram que a área relativa (RA) diminuiu de 90,25% para 60,98% ao longo do período de 38 anos, enquanto que a fragmentação (PD) apresentou uma tendência crescente. Além disso, a distribuição espacial de ambos os índices se tornou mais heterogênea e agrupada ao norte. Sugerimos que a aptidão da terra para a agricultura foi a principal causa do desmatamento. A chuva é 112% mais intensa no norte da bacia do que no sul. Portanto a fauna e flora ao norte foram significativamente alteradas e reduzidas. A relação entre desmatamento e tempo mostrou uma ameaça crescente. Outros estudos que avaliem essas causas são necessários para melhorar a compreensão da dinâmica da vegetação nesta região.

Palavras-chave : Caatinga; Fragmentação; Paisagem; Semiárido; Sensoriamento Remoto.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )