SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número2USO DO ESGOTO DOMÉSTICO TRATADO COMO FONTE HÍDRICA E NUTRICIONAL PARA A CULTURA DO FEIJOEIROEFICIÊNCIA TÉCNICO-ECONÔMICA DO RENDIMENTO DE GRÃOS VERDES DE FEIJÃO-CAUPI FERTILIZADO COM FLOR-DE-SEDA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Caatinga

versão impressa ISSN 0100-316Xversão On-line ISSN 1983-2125

Resumo

VIDAL, JULIANA MARIA ADERALDO et al. AVALIAÇÃO DE POTENCIAL PROBIÓTICO FRENTE À INFECÇÃO EXPERIMENTAL POR VÍBRIOS EM PÓS-LARVAS DE CAMARÃO MARINHO. Rev. Caatinga [online]. 2018, vol.31, n.2, pp.495-503. ISSN 0100-316X.  https://doi.org/10.1590/1983-21252018v31n226rc.

Bacillus spp. têm sido utilizados contra bacterioses que acometem camarão marinho cultivado, proporcionando efeito benéfico sobre o hospedeiro, alterando a comunidade microbiana intestinal e melhorando índices zootécnicos. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de uma dieta suplementada com Bacillus cereus, bactéria com potencial probiótico em pós-larvas de Litopenaeus vannamei cultivados em laboratório. O experimento teve duração de quinze dias e consistiu de seis tratamentos: T1 controle; T2 somente com probiótico; T3 com Vibrio parahaemolyticus (VP); T4 com probiótico e com VP; T5 com V. alginolyticus (VA); e T6 com probiótico e com VA. Foram avaliados a sobrevivência, o ganho de peso, a capacidade de colonização das bactérias probióticas, contagem de patógenos e lesões histopatológicas. Não foi verificada diferença significativa (P=0,05) entre os tratamentos na sobrevivência. Os grupos desafiados com patógenos e sem uso de probióticos foram os que apresentaram menor ganho de peso. Na contagem de Bacillus cereus, houve diferença significativa (P<0,05) entre os tratamentos T2, T4 e T6 , observando-se que o probiótico competiu melhor por espaço e nutrientes quando confrontado com V. parahaemolyticus do que com V. alginolyticus. Os animais alimentados com ração suplementada de probiótico, apresentaram contagem inferior daqueles alimentados sem o uso (P<0,05). Não foram observadas lesões histopatológicas nos órgãos e tecidos dos animais. O Bacillus cereus demonstrou uma alta capacidade de colonizar pós-larvas de camarão, causando uma diminuição significativa de patógenos, provavelmente pela secreção de substâncias antimicrobianas e/ou por exclusão competitiva, justificando seu uso como uma bactéria probiótica.

Palavras-chave : Litopenaeus vannamei; Bacillus cereus; Vibrioses.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )