SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número1PRODUTIVIDADE E QUALIDADE DE FRUTOS DE MORANGUEIRO ADUBADOS COM BIOFERTILIZANTE BOVINOMANEJO BIOLÓGICO DE PRATYLENCHUS BRACHYURUS NA CULTURA DA SOJA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Caatinga

versão impressa ISSN 0100-316Xversão On-line ISSN 1983-2125

Resumo

SOUZA, Ênio Gomes Flôr et al. AVALIAÇÃO ECONÔMICA DA ALFACE ADUBADA COM BIOMASSA DE Calotropis procera EM DUAS ÉPOCAS DE CULTIVO. Rev. Caatinga [online]. 2019, vol.32, n.1, pp.27-40.  Epub 09-Maio-2019. ISSN 0100-316X.  http://dx.doi.org/10.1590/1983-21252019v32n104rc.

A produção de hortaliças é uma atividade impactante, que se caracteriza pelo uso intensivo do solo, alta demanda de insumos e requer adoção estratégica de manejo, sobretudo em sistemas de produção sustentável, em que os pilares da sustentabilidade (ambiental, social e econômico) devem ser respeitados. Neste sentido, o objetivo desse trabalho foi avaliar indicadores econômicos da produção de alface adubada com espécie espontânea da Caatinga (Calotropis procera: Flor-de-seda) e cultivada em duas épocas (primavera e outono-inverno), no município de Serra Talhada-PE. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com os tratamentos arranjados em esquema fatorial 4 x 4, com três repetições, sendo o primeiro fator: as quantidades de biomassa do adubo verde (5,4; 8,8; 12,2 e 15,6 t ha-1 em base seca); e o segundo: seus tempos de incorporação ao solo (0, 10, 20 e 30 dias antes do transplantio da alface). Além do rendimento de massa verde e dos custos de produção, foram determinadas as rendas bruta e líquida, taxa de retorno e índice de lucratividade. A quantidade de 15,6 t ha-1 de C. procera possibilitou maior rentabilidade à produção orgânica de alface, sendo considerado ideal incorporar o adubo verde 11 (primavera) e 15 (outono-inverno) dias antes do transplantio da hortaliça. O cultivo de primavera promoveu retorno econômico superior ao plantio de outono-inverno, demonstrando viabilidade econômica mesmo na menor quantidade de C. procera.

Palavras-chave : Lactuca sativa L; Flor-de-seda; Cultivo orgânico; Lucro.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )