SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue1ACCESS AND RETENTION OF WOMEN IN SPORTS COACHING IN BRAZILDIDACTIC-PEDAGOGICAL PROPOSITIONS AND ITS PROJECTIONS TO PHYSICAL EDUCATION TEACHING author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Educação Física / UEM

Print version ISSN 0103-3948On-line version ISSN 1983-3083

Abstract

BRANDAO, Marcelo Nolf Ferreira et al. A TRAJETÓRIA DE TENISTAS INFANTOJUVENIS: IDADE DE INICIAÇÃO, TREINAMENTO TÉCNICO, CARGAS, LESÕES E SUPORTE PARENTAL. Rev. educ. fis. UEM [online]. 2015, vol.26, n.1, pp.31-42. ISSN 0103-3948.  http://dx.doi.org/10.4025/reveducfis.v26i1.24547.

O presente artigo descreve a idade de iniciação, as cargas de treino e competição, a incidência de lesões, os conteúdos técnicos dos treinamentos e o suporte parental recebido por tenistas infantojuvenis. A amostra do estudo foi composta por 20 atletas (14,2±0,4 anos) e 12 treinadores (34,2±7,6 anos), do sexo masculino. Como instrumentos foram utilizados duas fichas para o acompanhamento das variáveis sociodemográficas e controle, o ITTT-12 e o Questionário de Suporte Familiar à Participação no Esporte. Realizaram-se cálculos de frequência, tendência central, dispersão e os testes Kolmogorov-Smirnove t-Student(p≤0,05). Os resultados indicaram que os tenistas iniciaram a prática com aproximadamente oito anos de idade, treinaram em média 427 horas e participaram de 41 jogos oficiais ao longo da temporada. A incidência de lesões e as severidades foram baixas. Os pais serviram de alguma forma como modelo à prática esportiva. Foram encontrados indícios de especialização técnica precoce.

Keywords : Tênis; Treinamento; Competição.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )