SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 número1Sistema radicular do arroz de terras altas sob deficiência hídricaCrescimento de bactérias ruminais em função da concentração de substrato energético em meio de cultura índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Pesquisa Agropecuária Tropical

versão On-line ISSN 1983-4063

Resumo

RODRIGUES, Sérgio Roberto et al. Ocorrência de larvas de scarabaeidae fitófagos (insecta: coleoptera) em diferentes sistemas de sucessão de culturas. Pesqui. Agropecu. Trop. [online]. 2011, vol.41, n.1, pp.87-93. ISSN 1983-4063.  http://dx.doi.org/10.5216/pat.v41i1.7698.

Informações sobre Scarabaeidae fitófagos são ainda escassas para a região Centro-Oeste do Brasil. Por esta razão, na área experimental da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul, em Aquidauana (MS), foi semeada, de fevereiro de 2004 a outubro de 2005, a sucessão de culturas soja, milho e nabo forrageiro, onde se avaliou a dinâmica da densidade larval. De outubro de 2006 a maio de 2008, foram realizadas semeaduras de nove sistemas de sucessão de culturas, sendo avaliadas as densidades larvais e identificadas as espécies ocorrentes. Quando se amostraram as larvas na cultura da soja, em janeiro de 2005 e 2006, encontraram-se as maiores densidades (3,44 larvas m-2 e 4,19 larvas m-2, respectivamente), no campo. O nabo forrageiro, amostrado em outubro de 2004 e 2005, apresentou as menores densidades (0,03 larvas m-2 e 0,02 larvas m-2, respectivamente). Nos sistemas de sucessão de culturas, as espécies encontradas foram Liogenys fuscus Blanchard, Liogenys bidenticeps Moser, Anomala testaceipennis Blanchard, Paranomala inconstans (Burmeister), Geniates borelli Camerano, Cyclocephala forsteri Endrodi, Cyclocephala verticalis Burmeister e Phyllophaga sp, sendo que  L. fuscus foi coletada em maior quantidade. Para os sistemas de sucessão que possuem o milho semeado na safra, foram encontradas as maiores densidades larvais, indicando que esta cultura favorece o desenvolvimento, principalmente, de L. fuscus, enquanto os sistemas de sucessão com soja, milho e pousio, e soja, crotalária e nabo forrageiro, bem como os três sistemas com o algodoeiro, lhe são desfavoráveis.

Palavras-chave : Zea mays; Glycine max; Raphanus sativus; pragas do solo; densidade de larvas.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons