SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número3Umbilical scar autonomization: a safe technique for secondary abdominoplastiesAssessment of vertical scar migration after classical abdominoplasty followed by lower abdominal flap fixation índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Brasileira de Cirurgia Plástica

versión impresa ISSN 1983-5175

Resumen

PEREIRA, João Francisco do Valle et al. Umbilicoplastia triangular com retalho dérmico. Rev. Bras. Cir. Plást. (Impr.) [online]. 2011, vol.26, n.3, pp. 496-501. ISSN 1983-5175.  http://dx.doi.org/10.1590/S1983-51752011000300021.

INTRODUÇÃO: A técnica de umbilicoplastia varia muito, tanto na forma como é incisada a cicatriz umbilical, quanto na abertura cutânea no retalho abdominal e sua fixação na aponeurose e/ou coto umbilical. Descontentes com o aspecto pós-operatório da cicatriz umbilical, os autores viram a necessidade de desenvolver uma nova técnica, com o objetivo de proporcionar aos pacientes maior grau de naturalidade e satisfação pós-operatória. MÉTODO: Foram incluídas neste estudo as abdominoplastias realizadas na Clínica Valle Pereira (Florianópolis, SC), no período compreendido entre fevereiro de 2009 e janeiro de 2011, totalizando 194 pacientes. Todos os pacientes foram submetidos a abdominoplastia convencional e umbilicoplastia triangular com retalho dérmico. RESULTADOS: Apenas 8 (4,13%) pacientes apresentaram complicações leves. Não houve complicações graves. A satisfação dos pacientes foi positiva em 188 (96,91%) casos; entre os cirurgiões, a satisfação foi positiva em 186 (95,88%) casos. CONCLUSÕES: A técnica demonstra versatilidade, facilidade de execução e reprodutibilidade, proporcionando harmonia no contorno corporal e naturalidade ao principal estigma da abdominoplastia, a cicatriz umbilical

Palabras llave : Abdome [cirurgia]; Umbigo [cirurgia]; Retalhos cirúrgicos.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés