SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número3Cuidados paliativos e a atenção primária à saúde: scoping reviewReligião no tratamento da doença renal crônica: comparação entre médicos e pacientes índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Bioética

versão impressa ISSN 1983-8042versão On-line ISSN 1983-8034

Resumo

MENIN, Gisele Elise  e  PETTENON, Marinez Koller. Terminalidade da vida infantil: percepções e sentimentos de enfermeiros. Rev. Bioét. [online]. 2015, vol.23, n.3, pp.608-614. ISSN 1983-8042.  http://dx.doi.org/10.1590/1983-80422015233097.

Objetivo

compreender as percepções e sentimentos do profissional enfermeiro diante do processo de morte e morrer infantil.

Metodologia

qualitativa e exploratória, pautada por categorias temáticas. Participaram da pesquisa sete enfermeiros da unidade de terapia intensiva mista neonatal e pediátrica de um hospital geral da região noroeste do Rio Grande do Sul. Dados coletados por meio de pergunta aberta, no período de fevereiro a março de 2013, e submetidos a análise por classificação, ordenação e análise final.

Resultados

além da difícil aceitação, enfrentamento e assimilação da finitude da vida infantil por parte dos enfermeiros, observou-se que o cuidado de enfermagem é fundamental nesse momento.

Conclusão

os resultados evidenciam o despreparo emocional dos enfermeiros e a insuficiência de subsídio, seja em sua formação acadêmica, seja em sua educação continuada, bem como a falta de suporte terapêutico nas instituições de saúde para lidar com a situação.

Palavras-chave : Morte; Criança; Família; Enfermagem; Unidade de terapia intensiva.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Inglês | Espanhol     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf ) | Espanhol ( pdf )