SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número3Terminalidade da vida infantil: percepções e sentimentos de enfermeirosXingamentos entre homossexuais: transgressão da heteronormatividade ou replicação dos valores de gênero? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Bioética

versão impressa ISSN 1983-8042versão On-line ISSN 1983-8034

Resumo

SOUZA JUNIOR, Eli Ávila; TROMBINI, Diego Da Silva Vanoni; MENDONCA, Adriana Rodrigues dos Anjos  e  ATZINGEN, Augusto Castelli Von. Religião no tratamento da doença renal crônica: comparação entre médicos e pacientes. Rev. Bioét. [online]. 2015, vol.23, n.3, pp.615-622. ISSN 1983-8042.  http://dx.doi.org/10.1590/1983-80422015233098.

A insuficiência renal crônica é uma doença de elevada morbimortalidade. O cotidiano dos pacientes acometidos reveste-se de sentimentos negativos, medo do prognóstico, incapacidade, dependência econômica, além daqueles relacionados à alteração da autoimagem. A religião e a espiritualidade podem ser recursos importantes para lidar com essas dificuldades. Para verificar essa hipótese, realizou-se no Hospital das Clínicas Samuel Libânio de Pouso Alegre/MG estudo qualitativo descritivo, objetivando avaliar, do ponto de vista do médico e do paciente, em que medida a religião influi no tratamento da doença. Para os médicos, a religião representa força e conforto no enfrentamento de qualquer doença. Já os pacientes, todavia, depositam na religião a esperança de que irão melhorar. O significado da religião em suas vidas foi distinto entre os dois grupos analisados; entretanto, ambos concordam que a religião configura um fator benéfico na vida do paciente, propiciando alívio, suporte e otimismo.

Palavras-chave : Religião; Insuficiência renal crônica; Pesquisa qualitativa; Qualidade de vida; Bioética.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Inglês | Espanhol     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf ) | Espanhol ( pdf )