SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número2Análisis de la ética de principios, 40 años despuésDiscapacidad: una heurística para la condición humana índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Revista Bioética

versión impresa ISSN 1983-8042versión On-line ISSN 1983-8034

Resumen

ILARIO, Enidio; PEREIRA JUNIOR, Alfredo  y  PAIXAO JUNIOR, Valdir Gonzalez. Diagramática: a arte do bem pensar para pensar o bem. Rev. Bioét. [online]. 2018, vol.26, n.2, pp.198-206. ISSN 1983-8034.  https://doi.org/10.1590/1983-80422018262240.

Modelos são construções conceituais com certo grau de simplificação que mantêm correspondência parcial com o fenômeno que se pretende abordar. Na bioética destaca-se o modelo principialista, baseado em matriz formada por quatro princípios: beneficência, não maleficência, autonomia e justiça. Diante de conflito entre diretrizes éticas, esse modelo possibilita avaliar aquelas mais adequadas à situação concreta. A partir do diagrama lógico, procurou-se aprofundar o projeto de fundamentação teórico-conceitual da bioética, considerando o modelo padrão principialista importante ferramenta heurística. Relações lógicas são subjacentes a todo pensamento, e os diagramas dispõem essas relações em estruturas espaciais, representando a topologia dos conceitos. As relações lógicas, presentes na estrutura dos modelos, permitem compreender o campo conceitual de princípios que operam no raciocínio bioético. A elaboração diagramática permite, portanto, observar que diante de situações-problema não há incompatibilidade entre as concepções principialista e personalista – pelo contrário, há complementaridade e sinergia.

Palabras clave : Bioética; Lógica; Heurística; Cognição; Linguística.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español | Portugués | Inglés     · Español ( pdf ) | Inglés ( pdf ) | Portugués ( pdf )