SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue2Hematological alterations during experimental canine infection by Trypanosoma cruziOccurrence of anti-Neospora caninum antibodiesin dogs in rural areas in Minas Gerais, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária

On-line version ISSN 1984-2961

Abstract

ARAUJO, Juliana Milani et al. Controle de Strongyloides westeri por fungos nematófagos após trânsito gastrintestinal em jumentas. Rev. Bras. Parasitol. Vet. [online]. 2012, vol.21, n.2, pp. 157-160. ISSN 1984-2961.  http://dx.doi.org/10.1590/S1984-29612012000200016.

O Strongyloides westeri é o nematóide de maior prevalência entre equídeos com idade até quatro meses, causando distúrbios gastrintestinais. O objetivo do presente trabalho foi observar o controle de larvas infectantes (L3) de Strongyloides westeri pelos fungos nematófagos Duddingtonia flagrans (AC001) e Monacrosporium thaumasium (NF34) após trânsito gastrintestinal em jumentas. Foram utilizadas 12 jumentas, estabuladas e previamente vermifugadas. A seguir, dois grupos tratados, contendo cada um 4 animais receberam por via oral 100 g de péletes em matriz de alginato de sódio, contendo massa miceliana dos fungos D. flagrans (AC001) ou M. thaumasium (NF34). O grupo controle foi constituído de 4 animais que receberam péletes sem fungo. A seguir, amostras de fezes dos grupos de animais foram coletadas em distintos intervalos de horas (12, 24, 48 e 72). Essas fezes foram vertidas em placas de Petri contendo meio sólido ágar-água 2% e 1000 L3 de S. westeri. Os isolados AC001 e NF34 apresentaram capacidade de destruir as L3 após o trânsito, demonstrando sua viabilidade e atividade predatória.

Keywords : Fungos nematófagos; Duddingtonia flagrans; Monacrosporium thaumasium; Strongyloides westeri; jumentas.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English