SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue4Trichodina colisae (Ciliophora: Trichodinidae): new parasite records for two freshwater fish species farmed in BrazilOccurrence of Ehrlichia canis and Anaplasma platys in household dogs from northern Parana author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária

On-line version ISSN 1984-2961

Abstract

ROCHA, Raquel Abdallah da; BRICARELLO, Patrizia Ana; ROCHA, Gilberto Pedroso da  and  AMARANTE, Alessandro Francisco Talamini do. Recuperação de larvas infectantes de Trichostrongylus colubriformis em três espécies de gramíneas contaminadas no outono. Rev. Bras. Parasitol. Vet. [online]. 2012, vol.21, n.4, pp.372-378. ISSN 1984-2961.  http://dx.doi.org/10.1590/S1984-29612012000400006.

O experimento teve como objetivo avaliar a recuperação de larvas infectantes (L3) de Trichostrongylus colubriformis em Brachiaria decumbens cv. Australiana, Cynodon dactylon cv. Coast-cross e Panicum maximum cv. Aruana. Foram utilizados módulos experimentais constituídos por seis canteiros, perfazendo dois canteiros por espécie forrageira. A sobrevivência larval foi avaliada do outono até o inverno, sob o efeito de duas alturas de poda (5 e 30 cm). A poda foi realizada imediatamente antes da deposição das fezes contaminadas com ovos de T. colubriformis. A colheita das fezes e da forragem foi realizada uma, duas, quatro, oito, 12 e 16 semanas após a deposição das fezes nos canteiros experimentais. De modo geral, foram recuperadas larvas das forragens e das fezes até a 16ª semana. Essas larvas persistiram por mais tempo no ambiente, provavelmente em razão das temperaturas mais amenas. O número de L3 recuperadas nas pastagens não foi influenciado pela altura das plantas, exceto nos capins braquiária e aruana na quarta semana. Já em relação às concentrações de larvas (L3/kg MS) recuperadas das três forrageiras, houve maior concentração nas pastagens baixas. Durante o outono, o desenvolvimento e a sobrevivência de estádios de vida livre de T. colubriformis não foram afetados pelos diferentes tipos de espécies de forrageiras.

Keywords : Forragens; ovinos; epidemiologia; Trichostrongylus colubriformis; nematódeos.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License